Connect with us

League of Legends

INTZ, paiN e Vivo Keyd vencem e seguem invictos na Superliga ABCDE

Bruna Andrade

Published

on

A terceira rodada da Superliga ABCDE 2018 se encerrou neste domingo (25) com confrontos diretos e muita emoção para os fãs de League of Legends. INTZ e paiN mostraram força e venceram com autoridade os seus adversários.

No sábado (24), a Vivo Keyd também já havia confirmado o favoritismo e embalado mais um triunfo no torneio. Com isso, a equipe se isolou na liderança do grupo A, com nove pontos. INTZ e paiN também venceram todos os seus jogos até aqui e dividem o primeiro lugar do grupo B da competição.

Quem também se destacou na terceira rodada da Superliga ABCDE foi a Team oNe, conquistando a sua primeira vitória, de virada, em jogo emocionante contra a Operation Kino. Na sexta (23), ProGaming e Santos venceram e seguem de perto a Vivo Keyd no grupo A.

As rodadas da primeira fase da Superliga ABCDE acontecem às sextas-feiras, sábados e domingos, com dois jogos por dia. As semifinais estão marcadas para os dias 15 e 16 de dezembro, e a decisão para o dia 23 do mesmo mês, às 13h.

O público pode acompanhar as partidas através dos canais da Superliga ABCDE no YouTube, Facebook, Twitter, Twitch, Cube e Nimo TV.

Sexta-feira (23/11) – ProGaming 2 x 1 CNB e-Sports e Santos 2 x 0 Falkol

O início da terceira rodada da Superliga ABCDE foi marcado por partidas emocionantes do grupo A da competição. ProGaming e CNB e-Sports protagonizaram um duelo tenso. A CNB até venceu o primeiro jogo da série e abriu 1 a 0 no placar, porém não conseguiu segurar a PRG, que acertou a sua estratégia e aproveitou o intervalo para reagir, virar e fechar o confronto com vitória por 2 a 1.

Álvaro “Vert”, Top Laner da ProGaming, analisou a série e apontou alguns detalhes que foram decisivos para a virada: “Foram duelos disputados e bem acirrados. No terceiro jogo, estávamos com uma comunicação muito boa e todo mundo jogou o que era esperado. A gente precisava disso para conseguir a vitória”.

Para Pablo “pbO”, da CNB, a equipe cometeu muitos erros: “Mesmo jogando bem, não soubemos aproveitar as oportunidades que foram surgindo. Tivemos algumas falhas na gameplay e o diferencial foi que a adversária soube jogar em cima destes detalhes”.

No segundo confronto da sexta-feira, o Santos foi embalado pela torcida, que compareceu em peso aos estúdios da BBL, e venceu a Falkol. No primeiro jogo, liderada por Natan “fNb”, a equipe foi consistente e com diversos abates não demorou muito para abrir 1 a 0.

A Falkol começou o segundo jogo resistindo ao ataque adversário, mas não foi párea para o Santos. O time santista estava em dia inspirado, individualmente e coletivamente, e não deu chances para a Falkol. Resultado: 2 a 0 e três pontos na tabela de classificação.

Emerson “BocaJR”, Suporte do Santos, enalteceu o apoio dos torcedores: “Vou dedicar este resultado para a nossa torcida. Na minha opinião, ajudou muito o time hoje. Vimos uma bandeira gigante na arena e, logo no começo, nos deu forças para garantir uma boa atuação. Agora, vamos continuar treinando, da mesma forma que fizemos na última semana”.

Do lado da Falkol, Ednilson “Jukaah”, Coach do time, afirmou que a equipe precisa se organizar melhor: “Faltou agressividade. Precisamos entender nossas funções dentro de jogo. Para o estilo de gameplay que estamos nos propondo a jogar, que é bem agressivo, essa parte é muito delicada”.

Sábado (24/11) – Vivo Keyd 2 x 0 Bulldozer e Team oNe 2 x 1 Operation Kino

No primeiro confronto de sábado (24), a Bulldozer suportou a pressão adversária durante boa parte do primeiro jogo da série, mas a Keyd insistiu. Com abates e diversos buffs, dominaram o fim da partida e abriram 1 a 0 no placar.

Na sequência, Gabriel “tockers” dominou as ações ofensivas e garantiu o triunfo da Vivo Keyd por 2 a 0 na série. O Top Laner do time, Felipe “Yang”, analisou a vitória e elogiou a leitura de jogo dos seus companheiros: “Estávamos jogando de acordo com a estratégia deles e, quando percebemos isso, mudamos a nossa postura. Depois, tudo ficou mais fácil. O desempenho está bom, mas sempre há o que melhorar”.

Willian “Asta”, jogador da Bulldozer, avaliou que, apesar da derrota, o time pôde extrair pontos positivos: “Comparado aos nossos outros jogos, esse foi o melhor. A Keyd é favorita ao título e todos apostavam contra nós. Entretanto, foi um dos jogos mais longos e difíceis que eles tiveram. O rendimento da equipe foi muito bom e isso deve ser destacado”.

A última partida do dia foi marcada pelo equilíbrio. A Operation Kino surpreendeu a Team oNe logo no começo do duelo, quando conseguiu abates decisivos e abriu vantagem. Depois de ativar o Barão, o time confirmou a vitória e marcou 1 a 0. Em seguida, o domínio das ações inverteu de lado e a oNe se aproveitou empatando a série em 1 a 1. Porém, no terceiro e último jogo, a OPK não conseguiu segurar a empolgação adversária e viu os Golden Boys fecharem o duelo, de virada, por 2 a 1.

Franklin “Aoshi”, atleta da Operation Kino, afirmou que a estratégia do time no último jogo da série não funcionou: “O desempenho não foi bom. Não conseguimos lutas favoráveis para nós, o que era o ponto forte daquela composição. Agora, temos que trabalhar e melhorar para o próximo compromisso”.

Já Victor “Steal” exaltou a primeira vitória na Team oNe na Superliga ABCDE: “O resultado foi bom para animar a equipe. Agora, temos que manter o ritmo e seguir tendo boas atuações. Não achamos que a OPK adotaria essa postura, mas depois da derrota no primeiro jogo da série, notamos que poderíamos atuar de uma forma mais agressiva”.

Domingo (25/11) – Redemption 0 x 2 INTZ e IDM Gaming 0 x 2 paiN Gaming

A partida que abriu o último dia da terceira semana da Superliga ABCDE mostrou uma atuação muito segura do INTZ. Os Intrépidos começaram a série diante da Redemption tendo de correr atrás do adversário, porém em pouco tempo tomou o controle dos abates e iniciou o Barão, contando com muitos buffs para fechar o primeiro jogo e abrir 1 a 0.

O intervalo não mudou a atitude do INTZ, que seguiu conseguindo diversos abates sobre o oponente e, com muitos buffs disponíveis, garantiu a vitória por 2 a 0.

Guilherme “Mills”, King of the Match, elogiou a atuação da equipe: “A vitória foi muito importante para nós. Cometemos muitos erros no início dos dois jogos e a Redemption é uma equipe muito boa, mas conseguimos nos superar. Vamos seguir focando nos treinos, porque esse jogo nos deixou mais perto dos playoffs”.

Para o Coach da Redemption, Carlos “cariocaA”, o início da equipe foi positivo, mas a transição entre as jogadas ainda precisa ser trabalhada: “Na série de hoje, o time apresentou um early game muito bom e logo abriu vantagem. Porém, a passagem para o mid game foi falha, erramos algumas calls e isso nos prejudicou bastante”.

No último confronto da rodada, a paiN não tomou conhecimento da IDM. O time de Marcelo “Ayel” mostrou ótima rotação para garantir os buffs e colocar o adversário em uma posição delicada na partida. Com 1 a 0 no placar, a paiN voltou do intervalo com a teamplay aliada, não dando chances para a reação da IDM. Resultado: 2 a 0.

Após a vitória, “Ayel” explicou o bom resultado alcançado pela paiN: “Não foi uma série fácil, mas controlamos bem. No segundo jogo, conseguimos muita vantagem no início, então, forçamos com tudo o que tínhamos. No fim, a situação ficou tão complicada para eles que não havia como voltar atrás”.

Estreante pela IDM, Miguel “Stepz” gostou do seu primeiro jogo com a equipe, mas disse esperar mais de si mesmo nos próximos compromissos: “Hoje, a gente tentou lutar e contestar, mas o problema é que insistimos muito nisso. Acho que fui bem, mas ainda preciso melhorar algumas coisas na gameplay”.

A Superliga ABCDE volta na semana que vem com duelos válidos pela quarta rodada da competição.

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

League of Legends

Campanha dos Brasileiros em Campeonatos Internacionais de LoL

Leonardo Matheus da Silva Cruz

Published

on

Na madrugada deste sábado para domingo, a equipe da INTZ deu adeus ao Mid Season Invitational (MSI) com a pior campanha brasileira no torneio, o que tem sido algo recorrente tanto no MSI quanto no WORLDS. Os brasileiros não estão desempenhando bons jogos no exterior sempre com jogos confusos, tomadas de decisões erradas, erros que um profissional dificilmente cometeria, o questionamento que fica é, o que precisa para os times brasileiros irem bem nos torneios de League of Legends??

O que a comunidade tem questionado é que se o Flamengo eSports faria melhor, de fato o Flamengo tem um time melhor, porém perdeu para o bom time da INTZ e não podemos falar se seria o melhor ou não, pois não estava lá, o questionamento real é, com tanto investimento que os times de LoL tem no Brasil, falta espírito competitivo? Falta comprometimento? Seriedade? Os times brasileiros acabam se dedicando muito dentro do CBLOL e desempenha grandes jogos, porém lá fora acaba representando de forma negativa o país, dentro do E-Sports, a única modalidade que não vai bem em torneios internacionais é os times de LoL, e são os que mais tem audiência no campeonato nacional da modalidade, sempre com grandes torcidas, mas após essa campanha pífia da INTZ, estamos nos perguntando, esses jogadores sabem o que é competir e representar o país? Esses jogos foram muito abaixo do que eles realmente jogam, o que tem que melhorar não é apenas a mecânica e sim o espírito de atleta, faltam pessoas que entre no jogo e viva o jogo intensamente, falta garra falta vontade, FALTA AMBIÇÃO, esquecer um pouco as festas, a fama, e ver que tem muito mais envolvido. Jogar todos eles sabem e muito bem, são profissionais e recebem para isso, porém falta entrega, falta cabeça para esses atletas que são na maioria jovens entre 18 e 22 anos de idade, talvez uma possível volta de jogadores experientes para mesclar com esses jovens seria uma boa opção.

Enfim, o cenário de League of Legends no Brasil precisa melhorar e muito, não mecânica, mas sim a cabeça, viver o jogo, pensar o jogo, é isso que os alimenta e acima de tudo, são exemplos para quem almeja chegar ao topo e é ao topo que deveriam estar desde o ínicio, perder e ser eliminado faz parte do esporte, o que não deve, com tanto recurso, é ser humilhado e se tornar uma piada internacional.

Comments

comments

Continue Reading

League of Legends

FASE DE GRUPOS MSI 2019

Amanda Bontempo

Published

on

FASE DE GRUPOS MSI 2019

O MSI (Mid-Season Invitation) que terá início no próximo dia 01, teve essa semana o sorteio que definiu os times que se enfrentarão na fase de grupos, essa etapa ocorrerá no Vietnã.

Os grupos ficaram definidos da seguinte forma:

Representando o Brasil a INTZ se classificou após ganhar o CBLOL de verão que teve sua final no dia 13 deste mês. O primeiro adversário do time brasileiro são os Russos da Vega Squadron.

Esse grande evento que terá sua final no dia 19 de maio em Taiwan, uma república oficial da China que é a maior potência do e-sports na atualidade pode superar a premiação do ano passado que foi $1,3 milhões de dólares. A final será uma MD5 como de costume.

O evento que está chegando junto com uma imensa expectativa dos torcedores tem tudo para nos manter acordados e atentos aos jogos que serão insanos. Será que vamos ter jogadas históricas? Vamos aguardar para ver.

E não vamos nos esquecer de aproveitar o feriado da próxima quarta-feira para ver a estreia a INTZ e torcer muitos pelos BRs que estão nos representando.

 

 

Comments

comments

Continue Reading

Notícias - League of Legends

INTZ Academy vence paiN Gaming em desafio no encerramento da série ‘Gillette Path to Pro’

Bruna Andrade

Published

on

INTZ Academy vence paiN Gaming em desafio no encerramento da série ‘Gillette Path to Pro’

Com direito a um desafio emocionante e ao vivo entre INTZ Academy e paiN Gaming, chega ao seu último episódio a série Gillette Path to Pro, que mostrou a jornada de preparação dos vencedores do reality show Gillette ULT rumo ao cenário profissional de League of Legends. O programa foi produzido pela Gillette, líder mundial no mercado de lâminas, em parceria com a Riot Games, produtora e distribuidora de League of Legends (LoL).

Depois de descobrir como é conviver em uma gaming house, ter uma intensa rotina de treinamentos, buscar pela precisão nas jogadas e aprender várias lições, os recém-atletas Eradan, Ace, Mestre, Blacky, Lannik e Bgob experimentaram toda a emoção e a pressão de jogar ao vivo para buscar a qualificação de seus times para o Circuito Desafiante – liga oficial da Riot Games que dá acesso ao CBLoL – e também tiveram a sua primeira partida profissional diante de uma plateia nos estúdios do CBLoL. O desafio entre os dois times profissionais de League of Legends aconteceu nessa quarta-feira, 10 de abril, nos estúdios da Riot Games, com vitória da INTZ Academy.

“Sabemos que para realizar o sonho de se tornar um jogador profissional é preciso esforço e dedicação”, diz Carlos Antunes, diretor de Esports da Riot Games no Brasil. “Por meio da série Gillette Path to Pro, pudemos mostrar ao público como funcionam os bastidores dos esportes eletrônicos e tudo o que é preciso para chegar ao profissionalismo dentro do universo de League of Legends. É sempre uma satisfação poder oferecer ao jogador um conteúdo de qualidade com o apoio de uma marca que acredita no cenário”, completa.

“Além de mostrar a rotina de preparação e os desafios dos novos pro-players no cenário competitivo, a série Gillette Path to Pro representa a continuação do grande projeto que foi o reality show Gillette ULT. Reforçando a chegada e o compromisso de Gillette com a comunidade de eSports e em linha com nossa herança centenária no território de esportes”, comenta Fernando Bueno, Gerente de Marketing de Gillette no Brasil.

Todos os cinco episódios da série Gillette Path to Pro foram transmitidos no League News, programa de notícias do CBLoL (Campeonato Brasileiro de League of Legends), nos canais oficiais da Riot Games no YouTube e na Twitch. Os capítulos estão  disponíveis, na íntegra, aqui.

Sobre a Gillette®

Há mais de 110 anos, a Gillette oferece tecnologia de precisão e produtos de desempenho incomparável, melhorando a vida de mais de 800 milhões de homens em todo o mundo. De produtos de barbear e para o corpo a tratamentos de pele e desodorantes, a Gillette oferece uma ampla variedade de produtos, entre eles, aparelhos de barbear, pré-barba (géis, espumas e cremes), tratamento para a pele, pós-barba, desodorantes e antitranspirantes. Para obter mais informações e as notícias mais recentes sobre a Gillette, ou para conferir nossa linha completa de produtos, acesse http://www.gillette.com.

Comments

comments

Continue Reading
Advertisement

Veja também

Advertisement
Advertisement

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.

%d blogueiros gostam disto: