Connect with us

League of Legends

Primeira semana da Superliga ABCDE termina com vitórias de INTZ e paiN Gaming

Bruna Andrade

Published

on

Campeões da primeira edição, Intrépidos bateram a Operation Kino, enquanto a paiN triunfou sobre a Team oNe. Vivo Keyd, ProGaming, Falkol e Redemption também venceram na rodada

A primeira semana da Superliga ABCDE 2018 se encerrou neste domingo (11) com mais duas partidas realizadas nos estúdios da BBL.  Às 13h, o INTZ enfrentou a Operation Kino e conquistou uma boa vitória por 2 a 0. Depois, a paiN Gaming também alcançou o resultado positivo em sua estreia após derrotar a Team oNe pelo mesmo placar.

Os jogos são disputados no formato MD3 (melhor de três), e as duas primeiras colocadas de cada grupo avançam para as semifinais, que passam a ter confrontos em MD5 (melhor de cinco), assim como a grande final.

As rodadas da primeira fase da Superliga ABCDE acontecem às sextas-feiras, sábados e domingos, com dois jogos por dia. As semifinais estão marcadas para os dias 15 e 16 de dezembro, e a decisão para o dia 23 do mesmo mês, às 13h.

O público pode acompanhar as informações sobre a competição nos canais da Superliga ABCDE no Facebook, Twitter, Youtube, Twitch, Cube e Nimo TV.

Confira como foram as partidas de sexta-feira, sábado e domingo:

Sexta-feira (09/11) – Vivo Keyd 2 x 1 CNB e-Sports e ProGaming 2 x 0 Santos

Na primeira disputa do dia, a CNB e-Sports começou surpreendendo a Vivo Keyd com um forte jogo coletivo e uma atuação de destaque do Suporte Pablo “pbO”, conseguindo sair na frente na série. Logo em seguida, porém,  a Vivo Keyd reagiu e empatou o placar em 1 a 1, com um desempenho irretocável. No terceiro e decisivo jogo, a Keyd demonstrou calma em momentos desfavoráveis e conseguiu a virada.

Uma das novidades da equipe, Matheus “Professor” comentou sobre o desempenho da equipe: “Poderíamos ter executado essa série de maneira mais clean. Cometemos alguns erros no terceiro jogo que podem custar o resultado positivo em compromissos futuros, então, o objetivo agora é ter mais consistência ao decorrer da Superliga”.

Já Pablo “pbO”, da CNB, conta que acreditava em um resultado diferente para essa partida de estreia: “Foi uma série bem apertada, eu não estava esperando por isso. Pelo que apresentamos em treinos, acreditava que conseguiríamos uma vitória por 2 a 0, e não uma derrota. Mas o campeonato está apenas começando, temos muito a evoluir”.

A outra partida da sexta-feira iniciou com a equipe da ProGaming abrindo 1 a 0 na série contra o Santos, com autoridade. O segundo jogo foi mais equilibrado, mas a PRG conseguiu novamente se impor nos momentos cruciais para fechar a série em 2 a 0 e garantir o triunfo.

O Topo do time, Álvaro “VVvert”, ressalta o psicológico forte da line-up para atingir o objetivo final: “Estamos focados em colocar em prática o nosso estilo de jogo, tomando cuidado para não nos desconcentrarmos em eventuais momentos de desvantagem na partida, e acho que isso foi determinante, principalmente no segundo confronto de hoje, quando conseguimos o 2 a 0”.

Mesmo com o resultado adverso, Júlio “NosFerus”, Meio do Santos, vê pontos positivos na atuação: “Estou feliz com os jogos que fizemos. Nos perdemos em alguns momentos que a adversária soube aproveitar, e isso acabou nos custando a vitória. Com dedicação, vamos conseguir consertar esses detalhes”.

Sábado (10/11) – Falkol 2 x 0 Bulldozer e Redemption 2 x 0 IDM Gaming

O segundo dia de disputas da Superliga ABCDE aconteceu no sábado (10), e teve como destaque as boas atuações de Falkol e Redemption, que venceram Bulldozer e IDM Gaming, respectivamente.

A Falkol mostrou desde os primeiros momentos do embate uma estratégia bem definida e, com desempenho de destaque de Antônio “SirT”, abriu 1 a 0 na série. No segundo jogo, a equipe foi mais uma vez incontestável e fechou a partida em 2 a 0, sem grandes dificuldades.

Daniel “EvrOt”, Meio da Falkol, contou que a experiência do clube fora do país ajudou na preparação para este compromisso: “Hoje, tentamos implementar um estilo de jogo um pouco mais agressivo, que já vínhamos treinando há um tempo no exterior e, agora, adaptamos essa característica para usar no Brasil”. Já a jogadora da Bulldozer, Amanda “Kiit”, ressaltou que acredita na evolução do time ao longo do torneio: “Nós somos menos experientes. Viemos aqui para dar o nosso melhor, mas havia certo nervosismo para essa estreia. Não conseguimos colocar em prática tudo que tínhamos preparado para usar contra a Falkol. Na próxima rodada sei que estaremos melhores”.

Na sequência, a Redemption entrou em ação contra a IDM Gaming e começou na frente, após um primeiro jogo acirrado que durou quase 50 minutos. O mesmo equilíbrio não aconteceu no segundo duelo, e a equipe alcançou uma boa vitória por 2 a 0.

O Caçador da IDM Gaming, Marcos “Cariok”, exaltou a atuação da rival desta rodada: “A adversária veio bem forte, apresentou um desempenho de alto nível. Como estamos no início do campeonato, temos totais condições de nos recuperarmos com bastante treino”. E o Suporte da Redemption, Denílson “Céos”, falou sobre o êxito das estratégias traçadas para o duelo: “Tudo aconteceu como esperávamos. Era possível terminar o primeiro jogo sem tantos problemas, mas no geral a nossa tática funcionou bem”.

Domingo (11/11) – INTZ 2 x 0 Operation Kino e paiN Gaming 2 x 0 Team oNe

O jogo de abertura deste domingo (11) já começou em alto nível. INTZ e Operation Kino revezaram melhores momentos nos embates iniciais e, no fim, melhor para os Intrépidos, que conseguiram o triunfo por 2 a 0, em um dia inspirado de Diogo “Shini”.

Outro destaque do clube nesta primeira rodada, Rodrigo “Tay” avaliou o confronto: “Diria que foi uma atuação razoável. O primeiro jogo foi um pouco mais travado, mas o segundo fluiu melhor e a vitória veio com mais naturalidade”.

O jogador da OPK, Pedro “Ziriguidun”, também fez sua análise sobre os momentos que definiram o resultado: “Tínhamos a vitória na mão no primeiro jogo. Tomamos decisões aceleradas e nos afobamos, isso custou o primeiro ponto. No segundo confronto, não poderíamos ter ficado tão atrás, e acabamos derrotados”.

O duelo entre paiN Gaming e Team oNe era um dos mais aguardados desta primeira semana. E a paiN levou a melhor. O time mostrou um jogo consistente e acalmou os torcedores que estavam preocupados com as campanhas recentes do clube em outros torneios. A vitória na estreia da Superliga pode representar o início de uma melhor fase.

Sobre a partida, o reforço da paiN, Gustavo “Minerva”, comentou sobre a importância de seguir melhorando: “Conseguimos uma vitória limpa contra a oNe. Tivemos alguns erros mínimos, nada fora do padrão, já que em um confronto de League of Legends, as duas equipes vão errar em algum momento. Nosso trabalho daqui pra frente é continuar evoluindo ao longo da Superliga”. E Alanderson “4lan”, da Team oNe, também considerou a boa exibição da rival como fator predominante para o resultado: “A paiN mostrou ser um time muito centrado. O Minerva foi um ótimo reforço para eles, encaixou perfeitamente com o resto da equipe. Eles mostraram que estavam mais preparados do que nós para essa série e conseguiram o triunfo”.

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CBLOL

FLA PERDE INVENCIBILIDADE EM ESTREIA DE REVEN, CNB E TEAM ONE SEGUEM SEM VENCER NO CBLOL

Leonardo Matheus da Silva Cruz

Published

on

FLA PERDE INVENCIBILIDADE EM ESTREIA DE REVEN, CNB E TEAM ONE SEGUEM SEM VENCER NO CBLOL

A segunda semana do CBLOL encerrou com destaques positivos para Redemption, INTZ e Pain que fizeram 2/0 e se igualam ao Flamengo na liderança e que vem mostrando até aqui um certo equilíbrio entre as equipes, porém ainda tem muito campeonato pela frente, vamos aos jogos.

INTZ x CNB

Mais uma vez a CNB começa bem no jogo, roda bem o mapa, porém segue com a dificuldade em fechar os jogos e a INTZ, na paciência, virou o jogo numa chamada de baron da CNB, durante a entrevista o técnico “Turtle” afirmou que errou na composição da equipe o que fizeram perder em duas side lanes e que tem plena confiança na equipe. Pelo lado da INTZ o  técnico “Maestro” falou que precisa melhorar um pouco o ínicio de jogo da equipe e que esperava sair da segunda semana no 2/0.

FLA x RDP

Na estreia do “Reven” (mais conhecido como “flanalista” na comunidade) que entrou no lugar do “Luci” que saiu por problemas pessoais, o Flamengo viu sua primeira derrota diante da Redemption, num jogo amarrado e equilibrado que durou cinquenta (50) minutos, foi um jogo de muitos erros dos dois lados como os próprios jogadores de ambos os times falaram em suas entrevistas e a RDP saiu vitorioso após conquistar um dragão ancião e baron e empurrou o FLA para dentro da base e em uma iniciação desastrosa do “Reven” encerrou a invencibilidade, porém a equipe do FLA viu com bons olhos a derrota para identificar os erros e melhorar para as próximas rodadas.

TEAM ONE x PAIN

A Team One amargou sua quarta derrota seguida diante da Pain, foi um jogo morno até certo ponto, porém “Ayel” chamou o jogo pra si com sua Camille e liderou sua equipe para vitória enquanto os golden boys seguem desfalcados e tentando se adaptar, pois seu ADC titular “Absolut” está com uma tendinite na mão e segue incapacitado para atuar e neste domingo utilizou “4lan” como ADC, a Team One teve uma evolução porém o desentrosamento da equipe era visível, tanto comissão técnico quanto jogadores seguem confiantes na recuperação da equipe dentro do CBLOL.

UPP x KABUM

A Uppercut teve uma recaída e saiu 0/2 deste fim de semana, e diante da Kabum foi um jogo rápido sem chances de virada e vem evoluindo e fazendo bons jogos, já pela Uppercut tinham alguns jogadores com problemas de saúde, porém eles não usaram isso como desculpa pela derrota, “Erickão” foi o único a falar com a imprensa blindando um pouco a equipe pela derrota.

A tabela após os jogos desta semana terminou com Flamengo, Kabum, Redemption e Pain todos 3/1, com Fla liderando nesta ordem, em seguida vem Uppercut e INTZ 2/2 e os últimos colocados Team one e CNB 0/4.

Comments

comments

Continue Reading

CBLOL

Riot anuncia local da final do campeonato brasileiro de LoL

Bruna Andrade

Published

on

Final do CBLOL no RIO

No dia 7 de setembro, o Rio de Janeiro vai receber a final do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2019 – Segunda Etapa, mais conhecido como CBLoL. O palco da grande decisão será a Jeunesse Arena, localizada no Parque Olímpico. A venda dos ingressos começa no dia 1º de julho e em breve mais informações serão divulgadas.

A Fase de Pontos do CBLoL começou hoje, às 13h, com transmissão nas páginas oficiais da Riot Games no YouTube e no Twitch e, também, no SporTV 3. Serão mais de três meses de grandes embates, surpresas e muita emoção. O time vencedor da competição receberá o título de campeão brasileiro e vai representar o país no Campeonato Mundial de League of Legends, que será realizado em Paris – França.

Não é a primeira vez que o Rio de Janeiro recebe uma competição de League of Legends. Em 2014, a final do CBLoL foi no Maracanãzinho, onde a equipe KaBum eSports surpreendeu e levou para casa a tão famosa taça do campeonato. Mais tarde, em 2017, a própria Jeunesse Arena foi palco do Mid Season-Invitational, o MSI, o segundo campeonato internacional mais importante de League of Legends. Lá o público presenciou o encontro entre melhores do mundo no futebol e em League of Legends: Ronaldo Fenômeno e o Sul-coreano Faker.

Comments

comments

Continue Reading

League of Legends

Campanha dos Brasileiros em Campeonatos Internacionais de LoL

Leonardo Matheus da Silva Cruz

Published

on

Na madrugada deste sábado para domingo, a equipe da INTZ deu adeus ao Mid Season Invitational (MSI) com a pior campanha brasileira no torneio, o que tem sido algo recorrente tanto no MSI quanto no WORLDS. Os brasileiros não estão desempenhando bons jogos no exterior sempre com jogos confusos, tomadas de decisões erradas, erros que um profissional dificilmente cometeria, o questionamento que fica é, o que precisa para os times brasileiros irem bem nos torneios de League of Legends??

O que a comunidade tem questionado é que se o Flamengo eSports faria melhor, de fato o Flamengo tem um time melhor, porém perdeu para o bom time da INTZ e não podemos falar se seria o melhor ou não, pois não estava lá, o questionamento real é, com tanto investimento que os times de LoL tem no Brasil, falta espírito competitivo? Falta comprometimento? Seriedade? Os times brasileiros acabam se dedicando muito dentro do CBLOL e desempenha grandes jogos, porém lá fora acaba representando de forma negativa o país, dentro do E-Sports, a única modalidade que não vai bem em torneios internacionais é os times de LoL, e são os que mais tem audiência no campeonato nacional da modalidade, sempre com grandes torcidas, mas após essa campanha pífia da INTZ, estamos nos perguntando, esses jogadores sabem o que é competir e representar o país? Esses jogos foram muito abaixo do que eles realmente jogam, o que tem que melhorar não é apenas a mecânica e sim o espírito de atleta, faltam pessoas que entre no jogo e viva o jogo intensamente, falta garra falta vontade, FALTA AMBIÇÃO, esquecer um pouco as festas, a fama, e ver que tem muito mais envolvido. Jogar todos eles sabem e muito bem, são profissionais e recebem para isso, porém falta entrega, falta cabeça para esses atletas que são na maioria jovens entre 18 e 22 anos de idade, talvez uma possível volta de jogadores experientes para mesclar com esses jovens seria uma boa opção.

Enfim, o cenário de League of Legends no Brasil precisa melhorar e muito, não mecânica, mas sim a cabeça, viver o jogo, pensar o jogo, é isso que os alimenta e acima de tudo, são exemplos para quem almeja chegar ao topo e é ao topo que deveriam estar desde o ínicio, perder e ser eliminado faz parte do esporte, o que não deve, com tanto recurso, é ser humilhado e se tornar uma piada internacional.

Comments

comments

Continue Reading
Advertisement

Veja também

Advertisement
Advertisement

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.

%d blogueiros gostam disto: