Connect with us

Nós da Gaming News fizemos uma entrevista com o SirThulio, o  jungler do time Pain Gaming, após o 1° dia de jogo no 1° split do CBLoL 2017, para entender melhor o que esperarmos dele e de seu time, confira abaixo! Deixe nos comentários com quem você gostaria que fosse a próxima entrevista? E o que tem vontade de perguntar?

GN: Como a mudança do Pick e Ban vai alterar o que estamos acostumados a ver no CBLoL?

SirThulio: Com a entrada dos ban no meio eu acho que muda muito a estratégia do outro time, você pode pensar vamos jogar com isso, mas acontece de o inimigo banir seu campeão e você deve ter outras alternativas.

Meio que aumenta o leque de campeões, você tem que jogar com outros e não ficar naquele dois três picks porque se não você não joga mais.

GN: No segundo jogo, quando que vocês perceberam que deviam desacelerar e talvez rever a estratégia?

SirThulio: Bom, estávamos bastante fortes no jogo então precisávamos entender como nossa comp funcionava contra a deles, meio que falhamos nisso no bot, que morremos duas três vezes e a tomamos pick-off o que deixou o barão para eles.

Nessa hora a gente sabia que podia ganhar, só mantendo a distância, mas não podíamos ir tão acelerado, mesmo estando com a vantagem, porque meio que eles tinham recuperado isso.

GN: E no primeiro jogo, os dragões vocês sabiam que não precisavam contestar, ou isso foi uma surpresa do jogo de acordo com o rumo que ele tomou?

SirThulio: É… Mais ou menos, acho que querendo ou não foram três dragões ruins para o time, tipo tínhamos uma composição que escalava com o tempo, então não podíamos lutar cedo no jogo. E os três dragões foram de montanha, os dragões de montanha permitiam que eles fizessem barão rápido e outros objetivos, então a gente ficou bem acuado, mas queríamos lutar quando alcançamos o level 15 ou level 14, mas não estávamos conseguindo por mérito deles, por terem jogado bem.

GN:Última pergunta, o Lee Sin, ele foi nerfado nesse 7.1, mesmo com o nerf vamos continuar vendo ele com a frequência que vimos hoje?

SirThulio: Eu acredito que o kit do campeão é bem forte, meio que nerfaram só o ultimate dele ou o E dele na visão, mas não foi o suficiente para tira-lo do meta porque ele tem muitas utilidades, tanto para ser ofensivo early game quanto para defender o seu time no meio para o final do jogo.

GN: Muito obrigada por conceder alguns minutinhos para gente! E boa sorte nesse CBLoL!

Acompanhe a cobertura do CBLoL da Gaming News, clique aqui!

Comments

comments

Bruna Andrade - Conhecida por ai como Nana ou Pandora Nana, cosplayer, geek, publicitaria, streamer e redatora da Gaming News. Louca por jogos e e-sports. Me segue lá nas redes sociais: Instagram: @pandora.nana Twitter: @pandoranana_

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CBLOL

Kabum é o grande vencedor do CBLOL 2018 – 2° split

Bruna Andrade

Published

on

Kabum é o grande vencedor do CBLOL 2018 – 2° split

Confirmando o favoritismo, Kabum! E-sports levanta a taça e garante vaga para o Mundial na Coreia do Sul

O KaBuM! e-Sports é o grande vencedor do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) – Segunda Etapa, realizado no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, RS. O time, que também ganhou a final na Primeira Etapa do campeonato, mantém sua posição de campeão ao vencer o Flamengo eSports em uma série de 5 partidas de MD5 (Melhor de 5), com resultado de 3 x 2.

Ao todo, 3 mil ingressos foram colocados à venda e se esgotaram em apenas duas horas – contando vendas físicas e online. Além disso, os amantes de eSports e League of Legends puderam acompanhar as partidas da grande final pelo canal SporTV 2; nos canais próprios da Riot Games no YouTube e Twitch, além de cinemas de todo o Brasil, em parceria com a Cinelive.

A equipe campeã agora representará o Brasil no Campeonato Mundial de League of Legends, que será realizado na Coreia do Sul, entre 1 de outubro e 3 de novembro. O torneio contará com 24 equipes de todo o mundo, representando todas as 13 ligas profissionais de League of Legends, com a grande final marcada no dia 3 de novembro na cidade de Incheon.

Confira abaixo mais detalhes do calendário e locais que receberão as fases do Mundial:

  • Fase de Entrada: acontece em duas fases, de 1 a 4 de outubro e de 6 a 7 de outubro, ambas em Seul, capital da Coreia do Sul.
  • Fase de Grupos: de 10 a 17 de outubro em Busan, no sudeste do país.
  • Quartas de Final: dias 20 e 21 de outubro também em Busan, a segunda cidade mais populosa da Coreia.
  • Semifinais: dias 27 e 28 de outubro em Gwangju, no sudoeste do país
  • Final: dia 3 de novembro, na bela e moderna cidade de Incheon.

Mais informações sobre o Mundial aqui e acompanhe as notícias no site de League of Legends.

Sobre o CBLoL

O Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) é o campo de batalha no qual os melhores times profissionais do País se enfrentam, lutando não só pela supremacia em League e um lugar na história, mas também por uma vaga no Campeonato Mundial. Entre 2012 e 2014 o torneio era baseado em classificatórias que resultavam no mata-mata das Finais, tendo como campeões vTi.Ignis (2012), paiN Gaming (2013) e KaBuM eSports (2014). A partir de 2015 a competição adotou o formato de Liga, sendo dividida em duas etapas. Neste período os times paiN Gaming (2015) e INTZ Team (2016) e Team oNe (2017) foram consagrados vitoriosos nos Campos da Justiça. Em 2018 o CBLoL chega com um novo formato, organizado em Melhor de 3 e Escalada, para trazer mais competitividade. As Finais já passaram pelo Rio de Janeiro (Maracanãzinho), por São Paulo (Allianz Parque e Ginásio do Ibirapuera) e por Belo Horizonte (Mineirinho), com a presença de, em média, 10 mil pessoas em cada partida decisiva. A competição também é transmitida em salas de cinema, no YouTube, no Twitch e no SporTV.

Comments

comments

Continue Reading

CBLOL

Prêmio CBLoL acontece no MASP em novembro

Bruna Andrade

Published

on

Prêmio CBLoL acontece no MASP em novembro

Com a aproximação da grande final do CBLoL (o Campeonato Brasileiro de League of Legends, que acontece em Porto Alegre no dia 8 de setembro), a Riot Games Brasil se prepara para a segunda edição do esperado Prêmio CBLoL, que homenageia os melhores jogadores e as jogadas mais memoráveis da segunda etapa do torneio.

Com nove disputadas categorias (Jogador, Topo, Caçador, Meio, Atirador, Suporte, Técnico, Jogador Revelação e Craque da Galera), a cerimônia acontece no dia 27 de novembro, terça-feira, no auditório do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), a partir de 20h. O evento será transmitido ao vivo pelos canais da Riot Games. Mais informações no site LoL Esports BR.

Prêmio CBLoL

Data: 27 de novembro de 2018

Horário: 20h

Local: Auditório do MASP

Endereço: Av. Paulista, 1578 – Bela Vista

Comments

comments

Continue Reading

CBLOL

Entrevista: Shini Fala Sobre a Derrota da INTZ para a CNB – Cblol 2018

Rapha

Published

on

Após derrota no último domingo (01/-7) para CNB, a equipe da INTZ se complica na tabela e empata na tabela com a Red Canids, que conseguiu sua primeira vitória no segundo split do Cblol contra a IDM.

O Gamingnews conseguiu uma entrevista com o caçador da equipe da INTZ, Shini. Confira abaixo entrevista completa.

GN: Shini com o Master Yi e Taric tão forte, porque não banir o campeão?

Shini: Eu acho que o Draft não foi o problema em si, do jeito que jogamos hoje poderíamos estar com qualquer campeão e eles também, que nós perderíamos do mesmo jeito. No jogo contra o Master Yi o jogo acabou com 6 minutos quando teve aquele luta no red, lutamos mal, estávamos separados, a Kai’as que era nosso hyper carry já estava sem flash, nesse momento perdemos o jogo o Master Yi já estava de Guinsoo com 11 minutos de jogo.

Então acho que não tem haver com o draft, jogamos mal, foi incompetência da nossa parte.

Gn: Como estão os treinos da INTZ?  O que você sente que está faltando?

Shini: O treino nunca foi um problema para nossa equipe, acho que também não é problema, eu não sei o que está acontecendo também. Acho que temos que trabalhar mais mesmo porque claramente não está sendo suficiente, então sei lá, é meio triste assim.

Treinamos uma semana inteira e achamos que está tudo bem, chega no fim de semana que é hora do “vamos ver” e jogamos mal assim. Isso não pode acontecer!

Gn: Essas derrotas no segundo split do Cblol 2018 estão abalando a INTZ?

Shini: A gente tenta ao máximo  na hora de entrar esquecer tudo que está acontecendo, focar só no nosso jogo, nos nossos champions, nos champions deles. Eu não acho que aja medo de arriscar, acho que talvez falte coerência do nosso time em fazer as coisas juntos, talvez falte uma voz para decidir “sim, faremos isso, não faremos isso”. Porque claramente na luta do red teve um conflito de idéias, alguns membros da equipe queriam lutar e outros não e se você for para uma play com dois querendo e dois não querendo lutar, não vai dar certo.

Então não acho que tenha haver com medo de arriscar, tem mais haver com a gente, o conjunto.

 

Pausa no Cblol 2018

O Cblol terá uma pausa de duas semanas, devido  Copa do Mundo e do Rift Rivals 2018, evento que ocorre no mundo inteiro e aqui no Brasil as equipes da Latin America North (lln), Latin America Sul (Las) e Cblol brigam para ver qual é a melhor liga da região.

Quer ficar por dentro do Cblol com entrevistas exclusivas?  Então siga a nossa fã page e acompanhe as novidades.

Comments

comments

Continue Reading
%d blogueiros gostam disto: