Connect with us

Tecnologia

6 vantagens de contar com um ERP para sua empresa

Avatar

Published

on

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, que significa em português “Sistema Integrado de Gestão Empresarial.” Ou seja, é um sistema de gestão que tem o objetivo de controlar todas as áreas de uma empresa. Departamento de logística, financeiro, comercial, estoque e muito mais!

Reduzindo erro humano

Hoje vamos listar aqui as 6 principais formas nas quais um sistema ERP pode te ajudar em sua empresa!

Naturalmente, uma empresa que tem grandes demandas de gerenciamento está mais sujeita a falhas humanas. Essas falhas, infelizmente, são muitas vezes inevitáveis. Porém, existem algumas coisas que podemos fazer para diminui-las e o ERP é uma dessas coisas!

Um software de gerenciamento, como dito acima, ajuda em várias áreas. Em algumas mais complexas como na área financeira, por exemplo, ele é de vital importância para reduzir esses erros ou até anula-los!

Diminuindo os trabalhos “braçais” da equipe

Extrair o melhor dos funcionários é um grande desafio para qualquer gestor. Imagine que você possa ter uma ferramenta que ajuda a diminuir os trabalhos mais maçantes e “braçais” da equipe, consequentemente economizando o tempo deles? Com esse tempo economizado eles podem aumentar a produtividade e se dedicar a funções mais analíticas. E quem vai te ajudar nisso é justamente o ERP!

Esses sistemas tem enorme variedade de funcionalidades que facilitam demais o dia-a-dia da equipe.

Feitos pensando em sua área

Outra enorme vantagem de contar com um ERP é que esses sistemas costumam ser feitos pensando em sua área. Ou seja, existem empresa especializadas em sistema para concessionária, sistema para loja de móveis, sistema para escola e por ai vai!

Isso é muito bom, pois ter uma ferramenta que foi feita pensando nas necessidades e todas as possíveis particularidades de sua área é de grande ajuda. Ter algo personalizado ao invés de uma solução genérica é sem dúvidas muito bom.

Integrando todas as áreas do negócio

Gerenciar todas as áreas de seu negócio em uma única ferramenta por si só já é uma grande vantagem, mas, mais do que isso ter tudo em uma única ferramenta faz com que as áreas conversem melhor entre si.

Por exemplo, a área comercial consegue ter uma visibilidade de como está a logística e o estoque. A área financeira consegue conversar melhor com vendas e por ai vai! E é claro, uma empresa conectada e com uma comunicação que flui está alguns passos mais perto do sucesso!

Padronização

É bem comum que mudanças de pessoas acabem complicando um pouco o bom funcionamento de algumas áreas. Isso ocorre principalmente na área financeira, que lida com muitos números e informações e ao mesmo tempo tende a usar algumas formas de registro mais simples e rudimentares (famosas planilhas no Excel). Como é uma área meio complicada é normal que o dono da empresa ou gerentes de outras áreas não saibam exatamente o que ocorre lá. Claro, o resultado final (faturamento) é de conhecimento geral. Porém, os processos acabam sendo desconhecidos.

Um bom sistema de gerenciamento faz com que essa padronização ocorra e isso é uma grande facilidade. Assim, no caso da troca do responsável financeiro, você não tem um grande trabalho em explicar o funcionamento da área para um substituto.

Relatórios

Pode parecer simples. Mas, não é. Ter relatórios de qualidade e padronizados é indispensável para a fluidez de um negócio. Além de mostrar os dados de forma clara também serve para registro.

Um ERP oferece tudo isso de vantagem e olha que só citamos algumas delas! Procure uma empresa que oferece sistemas próprios para sua área de atuação e comece a usufruir disso tudo!

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tecnologia

O que é a linguagem Java?

Avatar

Published

on

Quem vai entrar no mundo da programação, principalmente quem deseja se iniciar na área, precisa saber o que é a linguagem Java. Como você verá neste artigo, ela é fundamental para os desenvolvedores que vão criar aplicação que precisa ser moderna e escalável.

E é claro, é possível também criar jogos usando a linguagem Java.

Como você sabe, existem diversas linguagens disponíveis no mercado. Mas afinal, qual delas iniciar? 

Para você que deseja criar aplicativos ou até mesmo jogos, a linguagem Java é a ideal para seu aprendizado. 

Essa linguagem de programação oferece para os desenvolvedores um conjunto de APIs que ajudam a facilitar o desenvolvimento de diversas aplicações web.

Quer conhecer mais sobre ela? Continue aqui lendo nosso artigo.

Afinal, o que é a linguagem Java e como funciona?

Ele é um tipo de linguagem de programação que foi criada pela Sun Microsystems desde 1995. O Java é classificado com uma linguagem orientada a objetos.

Além da orientação a objetos e reuso da codificação, ela também permite objetivo possibilitar que os desenvolvedores possam escrever qualquer programa e executá-lo em qualquer dispositivo.

Se você quiser conhecer mais sobre o universo da programação, sugerimos o site Portal Desenvolvedor, com o qual você terá conteúdos específicos para esta área.

Qual a sua importância na programação?

No mundo da programação, a linguagem Java é importante porque permite que os programadores possam criar softwares que podem ser utilizados em diferentes plataformas com, por exemplo, MAC, Linux, Windows e entre outros.

Eles não precisam ser modificados ou pensados na arquitetura da máquina, isso é possível por meio da Java Virtual Machine, que é uma máquina virtual que liga o aplicativo ao hardware do dispositivo.

A Máquina Virtual Java

A JVM ou Máquina Virtual Java é onde a aplicação criada com esta programação é executada. Além disso, ela também é responsável pelas características do Java.

Um programa criado por meio dessa linguagem pode ser executado em qualquer plataforma, por exemplo, smartphone, notebook e entre outras que tenham suporte a máquina virtual

Um dos recursos mais utilizados nesta máquina é o Garbage Collection. Ele é o responsável por fazer a limpeza frequente da memória dos objetos que não estão sendo utilizados.

Assim ele acaba evitando que os espaços sejam desperdiçados e que a sua aplicação deixe de funcionar por causa dele.

Quais vantagens o Java oferece para os sites

Essa linguagem de programação oferece diversas vantagens para os sites algumas são:

  • Adaptação perfeita a todos os dispositivos como tablet, computadores, smartphones, notebook.
  • Permite que programador possa criar em qualquer aplicativo,
  • Por meio de XML é possível criar páginas de web atraentes e dinâmicas,
  • O Java permite que o programador possa inserir objetos de som e multimídia, além de bancos de dados e entre outras funcionalidades.

Esses são alguns dos benefícios por este linguagem de programação para sites. Além disso, é importante ressaltar que alguns aplicativos e páginas não funcionam sem o Java instalado.

Quais vantagens o Java oferece para desenvolver jogos

Java é uma ótima opção para quem também deseja criar seus próprios jogos.

Como a linguagem garante o uso na maior parte dos sistemas operacionais, é possível

que um jogo possa ser utilizado em diversas plataformas, desde que a mesma ofereça suporte às bibliotecas Java.

Por isso, a distribuição desses jogos é a principal vantagem de usar Java para desenvolver jogos.

Além disso, Java possui diversas bibliotecas que ajudam a trabalhar com a interação entre jogadores e também facilitam a implementação de jogos.

O Java é a o mesmo que JavaScript?

Algumas pessoas costumam se confundir entre essas duas linguagens de programação. No entanto, elas são completamente diferentes.

De fato, as duas linguagens possuem sintaxe similar similar, mas Java é mais robusta e apta a ser utilizada em diversos tipos de aplicações. Possui também um formato simples para facilitar o uso.

No entanto, JavaScript possui o principal objetivo de permitir a criação de páginas mais dinâmicas na internet.

O JavaScript é uma linguagem de programação de scripts que são utilizados para acessar objetos que estão dentro de outras aplicações.

Essa linguagem é utilizada em milhares de páginas para inserir funcionalidades, validação de formulários, e entre outras aplicações.

Conclusão

A linguagem Java está presente em milhares de aplicações Web, por exemplo, nos elementos dos sites, aplicativos de dispositivos móveis e entre outros. E claro: no desenvolvimento dos mais modernos jogos.

Essa linguagem de programação funciona como a base de diversos tipos de aplicações, e portanto, é um excelente começo para quem quer aprender mais sobre desenvolvimento de sistemas.

Comments

comments

Continue Reading

Tecnologia

O que é benchmarking e sua importância para os negócios

Avatar

Published

on

Você sabe o que é benchmarking? Benchmarking é um processo sistemático de análise de concorrência para identificar as melhores práticas e implementá-las no seu negócio.

Embora os especialistas dividam o benchmarking em vários tipos, existem dois tipos principais; Benchmarking “informal” e “formal”.

Tipos de benchmarking?  

É importante distinguir entre os principais tipos de benchmarking. Primeiro, há o Benchmarking Informal. Esse é o tipo de benchmarking que a maioria de nós faz inconscientemente no trabalho e em nossa vida doméstica. 

Em segundo lugar, há um Benchmarking Formal, no qual existem dois tipos: Benchmarking de Desempenho e Benchmarking de Melhores Práticas.

O que é benchmarking informal?  

Este é um tipo de benchmarking que a maioria de nós faz inconscientemente no trabalho e em nossa vida em casa. Nós constantemente nos comparamos e aprendemos com o comportamento e as práticas dos outros – seja sobre como usar um software, como preparar uma refeição melhor ou jogar nosso esporte favorito. 

Conteúdo relacionado: clique aqui para entender como decolar sua empresa no Google

No contexto do trabalho, a maior parte do aprendizado do benchmarking informal vem da habilidade de conversar com colegas de trabalho e aprender com a sua experiência (coffee breaks e reuniões de equipe são ótimos lugares para se relacionar e aprender com os outros). Consultorias especialistas também pode ajudar no benchmarking.

O que é benchmarking formal?

Existem dois tipos de Benchmarking Formal: Benchmarking de Desempenho e de Melhor Prática.

O Benchmarking de Desempenho envolve a comparação dos níveis de desempenho entre organizações para um processo específico. Essas informações podem ser usadas para identificar oportunidades de melhoria e/ou definição metas de desempenho. 

O Benchmarking de Desempenho pode envolver a comparação de: estratégias de marketing, gestão financeira, recursos humanos, estratégia comercial, atendimento ao cliente, etc.

Já no Benchmarking de Melhor Prática as organizações estudam organizações com alto desempenho e determinadas práticas em áreas de interesse. Os próprios processos (práticas) dessas organizações são estudados em vez de apenas os níveis de desempenho.

O conhecimento obtido através do estudo é levado à organização e, quando for viável e apropriado, essas melhores práticas são adaptadas e incorporadas nos próprios processos da empresa que realizou o benchmarking.

Portanto, o benchmarking de melhores práticas envolve todo o processo de identificação, captura, análise e implementação das melhores práticas. 

Quem usa o benchmarking?

As organizações mais bem-sucedidas usam o Benchmarking de Melhores Práticas como uma ferramenta para aprender e melhorar continuamente. Os recursos necessários para levar a cabo as melhores práticas de benchmarking podem ser altos, portanto, são usados ​​com mais frequência em médias e grandes empresas.

Por outro lado, Benchmarking Informal não exige altos investimentos em recursos, e é usado por organizações de todos os tamanhos. A forma mais básica dessa prática é simplesmente conhecer o preço do produto de seus principais competidores e entender como seu preço pode ser competitivo.

A tendência é que o Benchmarking continue altamente relevante e necessários para qualquer empresa. Por isso é tão importante entender o que é Benchmarking e como colocá-lo em prática.

Veja também: como aumentar as vendas usando o advertorial premium

Comments

comments

Continue Reading

Tecnologia

Como ter um negócio de sucesso

Avatar

Published

on

Muitas vezes, mudanças simples podem ajudá-lo a ter sucesso nos negócios.  Mas, de fato, como ter um negócio de sucesso? 

Se você já se fez essa pergunta e deseja entender como a sua empresa pode ter sucesso, leia este artigo até o final.

1. Visualize o sucesso

Você vê seu negócio bem-sucedido? Eu concordo que é bom ter sonhos, mas não confunda os sonhos com a visualização do sucesso nos negócios.

Quando você está visualizando o sucesso, está fazendo mais do que sonhar acordado. Você está realmente pensando em maneiras de chegar lá. Sonhar é passivo enquanto a visualização está ativa. Imagine como seria para alcançar seu próximo objetivo.

Veja: como vender mais utilizando o Advertorial Premium

Você quer obter 100 novos clientes nos próximos seis meses? Como seriam os negócios com 100 novos clientes? Como isso afetaria a maneira como você faz negócios? Quantas pessoas você precisaria contratar? Você precisaria gerenciar sua empresa de forma diferente? Você vai precisar de mais capital? Visualize seus objetivos e pense em possíveis cenários.

Use os seguintes passos para visualizar o sucesso:

  • Imagine exatamente o que você quer. Seja específico. Se seus objetivos não estiverem claros, você não chegará lá.
  • Associe seu objetivo a uma imagem. Pode ser um grupo de novos clientes ou uma versão aprimorada de um aplicativo. Seja o que for, associe-o a uma imagem.
  • Visualize diariamente. Repetição torna mais real.

2. Construa seu negócio para durar

Como iniciar um negócio de sucesso?

Espero que você venda seu negócio um dia e fique rico. Verificação da realidade: apenas cerca de 1 em cada 10 empresas são vendidas. Mas, mesmo que você venda seu negócio um dia, construa-o como se fosse o seu único para sempre. Muitas empresas são fruto de uma paixão por um produto ou uma ideia.

Aqui estão alguns pontos-chave para construir um negócio para durar:

  • Seja paciente. Ter paciência e consistência é muito importante.
  • Sempre se esforce para se tornar o especialista absoluto em seu mercado. Quando você é o melhor em seu campo, é improvável que alguém vá vencê-lo. Eu sei que todos dizem que são os melhores, mas será que eles são mesmo?
  • Concentre-se em mercados que estão crescendo ou estáveis. Nunca entre em um mercado em queda, mesmo que seja atraente em uma perspectiva de curto prazo.
  • Vá além da sua área geográfica. Se você pode expandir para a próxima cidade, isso é bom. Se você pode se tornar global, isso é ótimo.

Gerencie sua empresa como se esperasse que ela dure para sempre.

3. Envolva-se com o seu mercado-alvo

As marcas de maior sucesso são ótimas na construção de relacionamentos com seu público. Concentre-se em construir relacionamentos antes de vender. Se você conseguir construir um relacionamento autêntico com seu mercado, eles vão querer comprar de você. As pessoas querem comprar de empresas que confiam.

Descubra onde seus clientes estão e os encontre. Você pode fazer isso por meio de eventos, fóruns ou redes sociais. Você pode postar artigos em sites que eles frequentam. Faça parte da conversa nas redes sociais.

O envolvimento leva tempo. Isso não acontece do dia para a noite. Você está construindo relacionamentos. À medida que sua participação aumenta, o número de pessoas que conhecem e confiam em você também aumentará e, se você tiver o produto certo para elas, elas comprarão.

Aqui está como definir seu mercado alvo:

  • Quem são seus melhores clientes?
  • Quem são os clientes dos seus concorrentes? Se o seu negócio é novo e não tem nenhum cliente, estude sua concorrência.
  • Quem são seus concorrentes segmentados? Existem mercados que seus concorrentes não estão buscando? Às vezes é melhor encontrar um nicho mal servido do que enfrentar fortes concorrentes de frente.

4. Aprenda com a sua concorrência

As empresas que aprendem com concorrência estão a frente no mercado. Todo negócio tem concorrência. Se você não encontrou a sua, significa que você não procurou o suficiente.

Pense nos seus concorrentes como seus professores.

É seu trabalho descobrir o que seus concorrentes fazem e aprender com eles. Claro, a chave não é copiar, mas melhorar.

Existem várias coisas valiosas que você pode aprender com os concorrentes:

Preços: definir o preço certo é difícil. Não há ciência real para isso. Por isso, se basear no preço dos concorrentes é uma boa ideia.

Marketing: descubra como eles comercializam seus serviços/produtos. Monitore as redes sociais, inscreva-se em suas listas de e-mail, confira onde e como eles anunciam. Eles oferecem webinars? Eles participam de feiras, eventos e seminários?

Satisfação do cliente: os clientes compartilham rapidamente o que é bom, o que é ruim e o que é feio. Você pode monitorar redes sociais, fóruns, mecanismos de pesquisa e sites de reviews para ter uma boa ideia do que falam da concorrência e até mesmo da sua própria empresa.

5. Gerencie bem o dinheiro

Mesmo os negócios bem-sucedidos vão à falência. Quando o dinheiro acaba, o negócio morre. É simples assim. Com dinheiro no banco, sua empresa vive para outro dia. Gerir bem o dinheiro é uma das tarefas mais difíceis com as quais os empreendedores lidam. Se gastar demais ficará sem dinheiro. Já se gastar muito pouco, perderá oportunidades de crescimento.

É muito importante saber como ter um negócio de sucesso antes de começar de qualquer jeito!

Espero que as dicas deste artigo te ajude nesta jornada.Conteúdo relacionado: anovaeraonline.com/portal/agencia-de-marketing-digital-em-recife/

Comments

comments

Continue Reading
Advertisement

Veja também

Advertisement

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.

%d blogueiros gostam disto: