Connect with us

NOX Gaming vence, elimina a BRK E-Sports e agora encara Keyd na repescagem

Neste domingo (16), as quatro equipes da chave B da região LATAM definiram os seus futuros na Pro League, campeonato mundial de Tom Clancy’s Rainbow Six Siege.

Em confronto disputado, a Black Dragons venceu de virada a equipe da Keyd Stars por 2 a 1 e assegurou sua vaga direta nas semifinais da competição.

A Keyd, derrotada neste duelo, segue com chances de continuar na competição já que enfrentará no próximo domingo (23), pela repescagem, às 17h,  a NOX Gaming, que venceu e eliminou a equipe da BRK e-Sports por 2 a 0.

Também na próxima semana acontecerá a repescagem da chave A, com o jogo entre Santos Dexterity e paiN Gaming, às 14h. Os vencedores garantirão as duas últimas vagas para as semifinais. As equipes derrotadas nestes confrontos darão adeus à Pro League.

Jogo 1 – Keyd Stars x Black Dragons

No mapa Casa de campo, a Keyd Stars composta por Vitor “IntacT” Janz, Wagner “wag” Alfaro, Rafael “mav” Freitas, João “HSnamuringa” Deam  e Julio “Julio” Giacomelli venceu por 5 a 1, conquistando o primeiro ponto da partida.

No chalé, a Black Dragons, de André “Nesk” Oliveira, Lucas “Yuuk” Rodrigues, Leone “oNe” Kayque, José “Bullet1” Victor e Leo “Zigueira” Duarte, venceu no overtime por 6 a 5.

O desempate ficou para o mapa banco, onde a BD derrotou a Keyd por 5 a 2 e garantiu a vaga direta para a semi.

Para o capitão da Black Dragons, Lucas “Yuuk” Rodrigues, a vitória foi possível graças ao padrão de jogo que a equipe manteve durante a partida. “Nós viemos com o pensamento de vitória, em nenhum momento desmerecemos o outro time, mas mantivemos o nosso padrão de jogo e acabamos saindo com a vitória”, comentou.

Já para Julio “Julio” Giacomelli, atleta da Keyd Stars, o relaxamento diante do bom começo da sua equipe foi fator determinante para a derrota no fim do confronto.

“Começamos muito bem, acho que acabamos desleixando um pouco e por isso tomamos a virada”, apontou.

Jogo 2 – BRK e-Sports x NOX Gaming

No segundo confronto do dia, a NOX Gaming, composta por Jose Henrique “Sseiiya” Garcia, Jaime “Cyber” Ramos, Luiz Filipe “Lipe” da Costa, Vitor Hugo “hughitow” Meneses e Thiago “xS3xyCake” dos Reis, começou vencendo por 5 a 3 no mapa fronteira.   

No mapa litoral, novo triunfo sobre a BRK de Ramon “Gorb” Dutra, Lucca “MKingR6” Coser, Rafael “rfx” Alves, Thiago “Bor” Borinelli e Vinicius “Valvreis” Valverde, por 6 a 5 no overtime.

Segundo o capitão da NOX Gaming, Jaime “Cyber” Ramos, o triunfo veio com muito custo.

“Foi um jogo muito emocionante. Litoral é um mapa que não estamos acostumados a jogar, mas começamos a nos encontrar dentro da partida e conseguimos sair com a vitória com muito custo. Agora vamos estudar a Keyd Stars para fazer um bom jogo”, disse Cyber.

Já Vinicius “Valvreis” Valverde, capitão da BRK E-Sports, os erros em excesso foram fator determinante para a derrota que eliminou a equipe da competição. Mas o time espera amadurecer com o resultado adverso. “Erramos demais,  não soubemos fazer uma boa leitura de jogo, além de não ter a ousadia de saber atacar no momento certo. O time é muito jovem, a expectativa é de pegar esse resultado e não repetir os mesmos erros para buscar evoluir”, conclui.

Definições na América do Norte e Europa

A semana das outras regiões do Mundial também definiu classificados e eliminados para as próximas fases da Pro League. Na segunda-feira (10), pela região América do Norte,  a Vertical Gaming, dos Estados Unidos, bateu sua compatriota, a Flipsid3 Tactics, por 2 a 0, e garantiu sua vaga para a semifinal. No outro jogo do dia, a MostWanted (EUA) segue viva no torneio após eliminar a  Lethal Gaming (EUA), e agora enfrenta a equipe derrotada (Flipsid3 Tatics) no primeiro jogo pela repescagem.

Nesta quinta-feira (13), na Região Europa, a representante da união europeia Playing Ducks venceu a Carbon Six (RUS) por 2 a 1 e se garantiu na repescagem. Na sequência, a PENTA Sports (UE) garantiu sua vaga nas semifinais ao bater a Team Vitality (FRA), também por 2 a 1. Os franceses enfrentarão a Playing Ducks na repescagem.

Pro League 2017

A Pro League será disputada na plataforma PC e terá três temporadas (seasons), cada uma composta por uma fase regional e um evento presencial com os melhores times da Europa, América do Norte e América Latina. Ao final, os vencedores se enfrentarão pelo título de campeão mundial e disputarão uma premiação de US$100 mil. As decisões da primeira temporada acontecerão em Katowice, na Polônia, em 20 e 21 de maio.

O trailer oficial do segundo ano da Pro League está disponível em  https://www.youtube.com/watch?v=DefwZlCrGSA

Mais detalhes sobre a competição e programação podem ser encontrados em https://rainbow6.ubisoft.com/

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Games

Legends of Runeterra já tem data de lançamento: 30 de abril

Bruna Andrade

Published

on

Game multiplataforma ganha versão mobile e um novo conjunto de cartas, incluindo uma nova região

https://lh5.googleusercontent.com/BmAFvMPBpn6wZBPwh6AjaMg3r3-R1siXf7AWY75MTbRngCtyPl8Kd-9oybMsI8ZF6L3yZPcGf8P9mvip0rW-LaKolTOQWamVznm0f-dNlj8FFt2O8SrWwfppq0FGxV9AcPbMK6nY

Legends of Runeterra já tem data de lançamento para PC e dispositivos móveis: 30 de abril. Além disso, o jogo estratégico de cartas da Riot Games estreia com um novo conjunto de mais de 120 cartas, novos Campeões e uma nova região. Também já estará habilitado o recurso de jogo multiplataforma. 

“Após a fase de testes realizada com os jogadores, ouvimos os feedbacks, aplicamos as melhorias e já estamos prontos para sair da versão beta”, diz Priscila Queiroz, Head de Publishing da Riot Games no Brasil. “Estamos ansiosos para acompanhar de perto a recepção de Legends of Runeterra no país”, afirma.

A revelação das cartas e dos Campeões começará em breve na redes sociais de Legends of Runeterra e seguirá até o lançamento. No dia 30 de abril, a versão móvel também deve estar liberada em todas as regiões, menos na China e no Vietnã, onde o jogo não será lançado, por enquanto. 

Para mais detalhes sobre o lançamento de Legends of Runeterra e como será feita a transição dos jogadores que testaram a versão beta, acesse o site oficial do jogo.

Requisitos mínimos de Legends of Runeterra:

 ●     Windows

Windows 7, 8.1 ou 10 de 64 bits

Processador de 3GHz

4 GB de memória RAM

GPU com 512 MB+ de VRAM


●     Mac OS

Incompatível


●     iOS

iOS9

Processador Arm64

OBSERVAÇÃO: Não recomendamos o uso de dispositivos com 1 GB de memória RAM, como iPhone 5s, iPhone 6 e iPad Air 1. Legends of Runeterra está disponível para esses dispositivos, mas o jogo pode não ter um bom desempenho.

●     Android

OS 5.0

2 GB DE MEMÓRIA RAM

GPU Adreno 306 e equivalentes ou superiores


Sobre Legends of Runeterra

Ambientado no mundo do League of Legends, Legends of Runeterra é um jogo estratégico de cartas no qual habilidade, criatividade e astúcia determinam seu sucesso. Acompanhe as redes sociais do jogo:

YOUTUBE: https://youtube.com/legendsofruneterra

TWITCH: https://twitch.tv/riotgames    

INSTAGRAM: https://instagram.com/runeterrabrasil   

TWITTER: https://twitter.com/RuneterraBrasil  

FACEBOOK: https://facebook.com/runeterrabrasil

Sobre a Riot Games

A Riot Games foi fundada em 2006 para desenvolver, publicar e oferecer suporte aos jogos sempre almejando ser a empresa mais focada no jogador do mundo. Em 2009, a Riot lançou seu título de estreia, League of Legends, com reconhecimento mundial. League passou a ser o jogo de PC mais jogado do mundo e um dos principais impulsionadores do crescimento explosivo dos Esports.

À medida que o League entra em sua segunda década, a Riot continua a evoluir o jogo, oferecendo novas experiências aos jogadores com Legends of Runeterra, Wild Rift, Teamfight Tactics, Valorant e vários títulos em desenvolvimento, enquanto explora o mundo de Runeterra por meio de projetos multimídia em música, histórias em quadrinhos e muito mais.

Fundada por Brandon Beck e Marc Merrill, a Riot está sediada em Los Angeles, Califórnia, e tem mais de 2.500 Rioters em mais de 20 escritórios em todo o mundo.

Comments

comments

Continue Reading

Games

Roxx Energy – A Energia que nós Gamers Precisamos!

Avatar

Published

on

O final da temporada do lolzinho está chegando, e isso vem acompanhado de algumas horas extras do joguinho, afinal todo mundo querendo encerrar a temporada em uma posição melhor, e até mesmo conquistar pela primeira vez as recompensar de temporada. Pensando nisso, surgiu a Roxx Energy for players.

O Roxx Energy, nada mais é do que um energético em pó, que pode ser misturado com água gelada, e alguns sabores até mesmo com leite, que promete te fornecer aquela energia extra que você precisa para aguentar mais uma noite, bem desperto e atento no seu joguinho!

O Roxx Energy é oferecido em diversos sabores, um mais surreal e saboroso que o outro. Afinal, já imaginou provar um energético com sabor de “Bolo de aniversário”? E de Pina Colada? E então de Gummy Bear? Haha. Tenho certeza que é a primeira vez que vê esses sabores em uma bebida energética, e o melhor, tudo isso com baixíssima caloria, sem adição de açúcar, zero sódio, glúten ou lactose. Se você curte um lolzinho assim como eu, tenho certeza que vai querer experimentar o sabor Lemon Of Legends.

E você sabia que você pode adquirir seu Roxx Energy em uma embalagem com rendimento de 40 copos, ou em dosagem única? E ainda, pode receber o seu produto diretamente em sua casa, com um frete bem barato! Para isso, é só você acessar o site do produto AQUI.

O Roxx Energy for players acabou de chegar e já é considerado o produto preferido da maioria dos Gamers!

Roxx Energy for Players, energia na medida máxima, para você aproveitar o seu dia em alta performance, tenho certeza que é a energia que nós Gamers precisamos para conseguir conquistar o Gold nesse final de temporada no nosso amado lolzinho!

Comments

comments

Continue Reading

Games

4lan chora e nega assédio “eu não fiz isso, acredite em mim”

Bruna Andrade

Published

on

Alanderson “4Lan” foi demitido da Team oNe e pode até sofrer punições pela Riot Games; advogados de defesa reforçam que nenhum registro de ocorrência foi feito

Após acusação de assédio Alanderson “4Lan” se pronunciou pela primeira vez desde o ocorrido em seu canal do Youtube.

O vídeo do ex-campeão brasileiro foi divulgado no inicio da tarde de quarta feira, no mesmo o pro player se defende e nega todas as acusações, segundo as palavras do jogador “estava lá com minha namorada e amigos quando surgiram as acusações, fiquei alguns minutos tentando entender o que estava acontecendo[…] Fui julgado por pessoas que considerava meus amigos, e que não acreditavam em mim.

Além da negação sobre o assédio 4lan afirma ter solicitado à Giuliana “Caju”, dona da casa onde a festa ocorreu, acesso ao sistema de segurança, para que assim pudesse provar sua inocência.

Desde que as noticias começaram a sair o jogador 4Lan não falava sobre a polêmica e se resguardou para se manifestar apenas agora com a autorização do grupo de advocacia que cuida do caso.

Um dos advogados do jogador faz questão de destacar que até o momento nenhum registro de ocorrência foi feito pelas possíveis vítimas e que isso causa certa estranheza. Além da demissão da Team oNe, o ciberatleta ainda pode enfrentar uma punição da própria Riot Games.

– Minha vida está acabando, guys. Minha casinha que eu ralei tanto para ter, eu perdi. Não tem como ficar. Eu fui demitido Estão me ameaçando de morte, ameaçando a minha família. Falando que vão pegar minha irmã na faculdade. O que é isso, gente? Não tem prova, não tem B.O. (boletim de ocorrência), tem nada! – disse 4Lan no vídeo.

Vamos falar sobre linchamento virtual? Vamos falar sobre ameaças?

Agora entrará uma parte mais opiniativa desta noticia, então sintam-se livres para debater nos comentários, todos os pontos de vistas devem ser escutados

Eu como mulher, consigo entender o porque ainda não houve nenhum boletim de ocorrência, porém é valido lembrar que sem um o jogador está sofrendo acusações por algo que não foi nem registrado.

É extremamente importante que ao acusar alguém de assédio e ao sofrer um assédio que isso seja registrado, para que as devidas providencias legais sejam tomadas.

Agora que pontuamos isso vamos conversar sobre o linchamento virtual que o jogador vem passado.

O caso está sendo apurado, a própria desenvolvedora do jogo League of Legends está correndo atras das informações, precisamos lembrar de que qualquer linchamento é passivo de punições legais também, ao lincharmos alguém esquecemos que estamos ouvindo apenas um lado da historia, e que é necessário juntar fatos e ocorridos para que tenhamos o contexto real. (Isso não é só valido para esse caso, nem apenas para esse tipo de situação).

E as ameaças?

Ameaças assim como o linchamento virtual são passiveis de punições legais, o jogador tem contado com um grupo de advogados, que acredito eu devem estar ligados as ameaças sofridas.

Em meu ponto de vista, ameaças não ajudam neste momento, pode atrapalhar ambos os lados, tanto a vítima que pode se sentir insegura para registrar o boletim de ocorrência. Como para o acusado, já que as ameças são contra sua família, deixando assim o acusado sem possibilidades de levantar provas ao seu favor.

Minha sugestão é: aguardemos a investigação, não devemos nos precipitar, devemos acolher a vítima e deixar que se manifeste sobre o ocorrido, assim como devemos dar o direito do acusado se defender.

Fiquem atentos, sempre que tivermos novas noticias sobre o caso iremos publica-las para que nossa comunidade continue unida, e que acima de tudo que cada vez mais se torne um local seguro para todos.

Comments

comments

Continue Reading

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.

%d blogueiros gostam disto: