Connect with us

CBLOL

O que rolou no CBLoL 2019 até agora?

Bruna Andrade

Published

on

O 1º turno do CBLoL 2019 já acompanhamos diversas histórias, como o primeiro lugar intocável do Flamengo, a instabilidade de times como INTZ e CNB e a fase ruim da KaBuM. No entanto, o campeonato é longo e literalmente tudo pode mudar.  O 2º turno  acabou de começar e já podemos ver que muita coisa pode mudar, e que nada é tão extremo quanto parece.

Favoritos caem e nenhuma má fase dura para sempre. O LoleSports conversou com um jogador de cada equipe para entender qual foi o saldo do início da competição, e o que está em jogo nesse 2º turno.

O 1º turno

Flamengo foi a grande equipe do 1º turno. Os Urubus até tremeram em alguns momentos, mas conseguiram se segurar e venceram as todas primeiras partidas. Luci, Suporte da equipe e uma das novas adições para esta Etapa, apontou a adaptação ao país como um ponto marcante: “Foi um período de adaptação ao sistema de gaming office, à alimentação, a estar em outro país, com clima diferente, conhecendo o estilo de jogo do brTT e ele conhecendo o meu.”

Com apenas uma vitória a menos do que o Flamengo, a Uppercut terminou o 1º turno em segundo lugar. É um feito e tanto para a equipe, que está apenas em seu segundo CBLoL. O Caçador LeChase comenta: “Já temos uma identidade principal como time e isso ajuda sempre no início, porque há times que demoram algum tempo a arranjar um playstyle que funcione, mas ainda temos de melhorar certos aspetos do jogo e ser um pouco mais versáteis”, afirma.

A  atual campeã do Desafiante a Redemption terminou logo atrás dos Cangurus, com cinco vitórias e apenas duas derrotas, para o Flamengo e a Uppercut. Ceos, Suporte da equipe que que o 1º turno do campeonato foi uma provação. “Foi possível medir nosso nível com os outros times e nos estabelecermos como uma equipe com nível de CBLoL”, afirma. Para ele, o principal aprendizado foi “que é melhor apenas focar no nosso jogo em vez de nos adaptarmos ao estilo do adversário”.

Vivo Keyd vem em um período de adaptação: o técnico Nelson e o Caçador Laba vieram da LMS. A comunicação em outra língua nunca é um fator fácil de resolver, e já vimos isso diversas vezes no CBLoL. E isso certamente reduziu o ritmo de evolução da equipe. Mesmo assim, os Guerreiros terminaram em quarto lugar, o que diz muito sobre a força presente no elenco. Tockers apontou o 1º turno como uma fase de testes: “Fica de aprendizado que perdemos alguns jogos por conta de comunicação. Isso mostra que não podemos deixar de lado esse aspecto do jogo.”

INTZ foi um time 8 ou 80 como todos os casters e jogadores falam. Encaixavam jogos bons, e em outros apagavam simplesmente. Desta forma, a meiuca da tabela foi um fim razoável para o 1º turno. Tay classifica este começo como um “termômetro” – uma maneira de saber o quanto ainda precisam evoluir. O Topo também diz que foi uma boa forma de estudar as adversárias: “Aprendemos a jogar o nosso próprio estilo de jogo e também percebemos como cada time joga. Assim, podemos nos preparar melhor contra eles nas próximas vezes.

Em geral, a CNB não conseguiu bons jogos.Os Blumers pecam em desenvolver e finalizar suas partidas. Aslan, uma das apostas do clube, reconheceu o 1º turno como “bem ruim”. O Meio destacou que os treinos têm sido melhores do que as partidas: “Não conseguimos manter a consistência no stage. Sabemos do nosso potencial e agora é trabalhar ainda mais para aumentar a curva de evolução”, crava.

Apesar de não ter ficado na última colocação ao fim do 1º turno, a KaBuM largou mal. Campeões gerais de 2018, os Ninjas não conseguiram encaixar seu jogo. Zantins o top laner da equipe, destaca que as derrotas serviram como aprendizado: “ficou bastante evidente entre nós o que estava errado, tanto na parte técnica quanto na mentalidade da equipe. Estávamos tendo um desempenho individual bom, de certa forma, mas ficávamos perdidos em relação a jogar em grupo.”

ProGaming ainda não apareceu para jogar nesse CBLoL.  fNB, Topo e apontado por muitos como principal peça da equipe, comentou o choque inicial: “ foi a realidade batendo à porta. Jogar no CBLoL é outro nível, bem mais difícil do que a Superliga, por exemplo. Começamos com problemas internos, e mesmo depois de ajeitá-los, os resultados não vieram. Com o sistema Md1, o foco é primordial.”

Como está suas apostas nessa CBLoL? Acreditam que times que estão no fundo da tabela podem se recuperar? Conta para a gente!

 

Ah! e Não se esquece todo final de semana na Página do Gaming News tem a transmissão da letiva de impressa com os jogadores ao vivo!

Comments

comments

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CBLOL

Riot confirma retorno do CBLoL para o dia 29 de fevereiro

Bruna Andrade

Published

on

Riot confirma retorno do CBLoL para o dia 29 de fevereiro

Como noticiado nos últimos dias, o impacto das chuvas na zona oeste de São Paulo, onde está localizado o estúdio do CBLoL, foi muito grande, causando inundações e vários problemas na região. O local foi afetado severamente, com danos a equipamentos e à infraestrutura.

A equipe segue trabalhando nas ações de recuperação, que envolvem troca de equipamentos e reconstrução de cenários de programas, mas o torneio volta ao vivo no dia 29 de fevereiro.

Portanto, serão adiadas a 7ª e 8ª rodadas do CBLoL, que aconteceriam nos dias 14 e 15 de fevereiro, respectivamente; e a 5ª e 6ª rodadas do Circuitão, que aconteceriam nos dias 17 e 18 de fevereiro, respectivamente. A grade de programas volta ao normal no dia 2 de março.

Comments

comments

Continue Reading

CBLOL

FLA PERDE INVENCIBILIDADE EM ESTREIA DE REVEN, CNB E TEAM ONE SEGUEM SEM VENCER NO CBLOL

Leonardo Matheus da Silva Cruz

Published

on

FLA PERDE INVENCIBILIDADE EM ESTREIA DE REVEN, CNB E TEAM ONE SEGUEM SEM VENCER NO CBLOL

A segunda semana do CBLOL encerrou com destaques positivos para Redemption, INTZ e Pain que fizeram 2/0 e se igualam ao Flamengo na liderança e que vem mostrando até aqui um certo equilíbrio entre as equipes, porém ainda tem muito campeonato pela frente, vamos aos jogos.

INTZ x CNB

Mais uma vez a CNB começa bem no jogo, roda bem o mapa, porém segue com a dificuldade em fechar os jogos e a INTZ, na paciência, virou o jogo numa chamada de baron da CNB, durante a entrevista o técnico “Turtle” afirmou que errou na composição da equipe o que fizeram perder em duas side lanes e que tem plena confiança na equipe. Pelo lado da INTZ o  técnico “Maestro” falou que precisa melhorar um pouco o ínicio de jogo da equipe e que esperava sair da segunda semana no 2/0.

FLA x RDP

Na estreia do “Reven” (mais conhecido como “flanalista” na comunidade) que entrou no lugar do “Luci” que saiu por problemas pessoais, o Flamengo viu sua primeira derrota diante da Redemption, num jogo amarrado e equilibrado que durou cinquenta (50) minutos, foi um jogo de muitos erros dos dois lados como os próprios jogadores de ambos os times falaram em suas entrevistas e a RDP saiu vitorioso após conquistar um dragão ancião e baron e empurrou o FLA para dentro da base e em uma iniciação desastrosa do “Reven” encerrou a invencibilidade, porém a equipe do FLA viu com bons olhos a derrota para identificar os erros e melhorar para as próximas rodadas.

TEAM ONE x PAIN

A Team One amargou sua quarta derrota seguida diante da Pain, foi um jogo morno até certo ponto, porém “Ayel” chamou o jogo pra si com sua Camille e liderou sua equipe para vitória enquanto os golden boys seguem desfalcados e tentando se adaptar, pois seu ADC titular “Absolut” está com uma tendinite na mão e segue incapacitado para atuar e neste domingo utilizou “4lan” como ADC, a Team One teve uma evolução porém o desentrosamento da equipe era visível, tanto comissão técnico quanto jogadores seguem confiantes na recuperação da equipe dentro do CBLOL.

UPP x KABUM

A Uppercut teve uma recaída e saiu 0/2 deste fim de semana, e diante da Kabum foi um jogo rápido sem chances de virada e vem evoluindo e fazendo bons jogos, já pela Uppercut tinham alguns jogadores com problemas de saúde, porém eles não usaram isso como desculpa pela derrota, “Erickão” foi o único a falar com a imprensa blindando um pouco a equipe pela derrota.

A tabela após os jogos desta semana terminou com Flamengo, Kabum, Redemption e Pain todos 3/1, com Fla liderando nesta ordem, em seguida vem Uppercut e INTZ 2/2 e os últimos colocados Team one e CNB 0/4.

Comments

comments

Continue Reading

CBLOL

Riot anuncia local da final do campeonato brasileiro de LoL

Bruna Andrade

Published

on

Final do CBLOL no RIO

No dia 7 de setembro, o Rio de Janeiro vai receber a final do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2019 – Segunda Etapa, mais conhecido como CBLoL. O palco da grande decisão será a Jeunesse Arena, localizada no Parque Olímpico. A venda dos ingressos começa no dia 1º de julho e em breve mais informações serão divulgadas.

A Fase de Pontos do CBLoL começou hoje, às 13h, com transmissão nas páginas oficiais da Riot Games no YouTube e no Twitch e, também, no SporTV 3. Serão mais de três meses de grandes embates, surpresas e muita emoção. O time vencedor da competição receberá o título de campeão brasileiro e vai representar o país no Campeonato Mundial de League of Legends, que será realizado em Paris – França.

Não é a primeira vez que o Rio de Janeiro recebe uma competição de League of Legends. Em 2014, a final do CBLoL foi no Maracanãzinho, onde a equipe KaBum eSports surpreendeu e levou para casa a tão famosa taça do campeonato. Mais tarde, em 2017, a própria Jeunesse Arena foi palco do Mid Season-Invitational, o MSI, o segundo campeonato internacional mais importante de League of Legends. Lá o público presenciou o encontro entre melhores do mundo no futebol e em League of Legends: Ronaldo Fenômeno e o Sul-coreano Faker.

Comments

comments

Continue Reading
Advertisement

Veja também

Advertisement

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.

%d blogueiros gostam disto: