Connect with us
XLG irá realizar a etapa sul-americana da Battlerite Pro League 2018 XLG irá realizar a etapa sul-americana da Battlerite Pro League 2018

eSports

Battlerite Pro League 2018 na XLG

Bruna Andrade

Published

on

Referência em produzir, organizar e transmitir competições de esports no Brasil, a XLG UOL anuncia parceria com a Stunlock Studios, desenvolvedora do Battlerite, uma modalidade de esportes eletrônicos que cresce exponencialmente no mundo.

Dividida em três ligas regionais – Europa, América do Norte e América do Sul, os clubes lutam por duas vagas na Dreamhack de Jonkoping, na Suécia, que será disputada entre os dias 16 e 18 de junho, e distribuirá cerca de R$ 100 mil em premiações.

Neste domingo, às 19h tem início a etapa sul-americana. Só nesta temporada serão 80 mil dólares de premiação (250 mil reais).

A Battlerite Pro League 2018 é mais uma competição com a estrutura da XLG. Desde 2017, a empresa realiza as edições do Brasileirão Rainbow Six, a Gwent Pro Cup e o CFEL. A disputa da etapa da América do Sul da BPL será de forma online e vai até o dia 27 de maio, quando será disputada a final.

Com o princípio de fomentar os esports no Brasil, a nova parceria representa mais um passo importante para a XLG. Tendo em vista a larga experiência em realizar grandes torneios desde 2012, a BPL será a quarta competição organizada pela empresa em 2018.

“Mais uma vez, teremos a missão de levar ao público brasileiro uma modalidade que vem em processo de crescimento e possui muita margem de evolução no país. Como sempre falamos, a XLG tem como grande objetivo ajudar a desenvolver o cenário em parceria com as publishers. Estamos honrados em fechar essa parceria, que achamos muito promissora”, afirma Felipe Campos, Head de esports no UOL.

O cenário competitivo do jogo vem crescendo. Com mais de 4 milhões de usuários, o Battlerite figura constantemente entre os games mais baixados da categoria free-to-play (gratuitos) da Steam.

Com disputas de torneios profissionais na América do Sul que dão vaga para etapas mundiais, a expectativa é de que a base de fãs brasileiros do jogo, lançado em 2016, continue aumentando.

Datas
05/06 de maio – Fase de grupos
12/13 de maio – Fase de grupos + tiebreaks se necessário
19/20 de maio – Playoffs
26/27 de maio – Finais

Comments

comments

Bruna Andrade - Conhecida por ai como Nana ou Pandora Nana, cosplayer, geek, publicitaria, streamer e redatora da Gaming News. Louca por jogos e e-sports. Me segue lá nas redes sociais: Instagram: @pandora.nana Twitter: @pandoranana_

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cobertura

Top Dota 2 – Campeonatos Para Apostar

Eric Colombo

Published

on

Anualmente há diversos campeonatos entre jogadores de Dota 2 e League of Legends ao redor do mundo. Além de poder acompanhar os jogos, é possível também usar o conhecimento desses jogos a seu favor. Você pode apostar em Dota 2 e outras modalidades.

Qualquer tipo de aposta online exige um mínimo de conhecimento sobre a modalidade na qual vai apostar. Se já sabe como se joga Dota 2 então está com boas vantagens.

Para facilitar vamos explicar como você pode apostar nessa modalidade, e apresentaremos um preview do China Dota2 Supermajor. Um dos maiores campeonatos de Dota 2 do mundo.

Funcionamento dos campeonatos

Já que está pensando em apostar nesses campeonatos Valve Dota então primeiramente precisa entender como estas competições. Tudo começa com times convidados, e times qualificados. As qualificatórias ocorrem geralmente em todos os continentes, mais as CIS, ou seja, as Comunidades dos Estados Independentes.

A premiação de grandes eventos pode chegar até $1.500.000 Dólares. Sim, há muito dinheiro envolvido nestas modalidades. Por isso vale a pena conhecer um pouco mais.

Os campeonatos geralmente ocorrem com pequenos grupos de equipes, onde há disputas entre as equipes do grupo, e terminam com a grande final, depois de semi-final e quartas-de-final. Até mesmo oitavas-de-final, dependendo do número de equipes que participa.

Favoritos China Dota2 Supermajor

Neste campeonato são 16 equipes disputando o título. 10 times são convidados e 6 qualificam-se por região. Os times são divididos em 4 grupos com 4 integrantes cada. Os dois melhores de cada grupo avançam para a disputa de chaves principal. Os dois piores para a disputa de chaves secundária.

O grande diferencial é que, mesmo ficando entre os últimos do grupo, uma equipe pode chegar a final. Pois na final disputam o melhor da chave principal com o melhor da chave secundária.

Dentre os times que merecem destaque está o PSG.LGD, que foi o grande campeão do EPICENTER XL em cima do Team Liquid, um dos times mais bem ranqueados da modalidade.

Antes de ganhar do Team Liquid, o PSG.LGD ainda desbancou o Virtus.pro, outra equipe que possui boa reputação entre os amantes de Dota 2.

Como apostar e ganhar em Dota 2 online

Para que possa acompanhar esses campeonatos, e ainda por cima ganhar dinheiro online é preciso ter cadastro em um site confiável que ofereça este tipo de serviço. É o caso do GG.bet.

Pelo site https://gg.bet/pt/betting encontra tudo que precisa para completar as apostas nestes campeonatos, como o China Dota2 Supermajor. As odds e opções de aposta por mapa, número de mortes no time, e até mesmo as skills de cada equipe estão expostas de forma clara, facilitando a vida do usuário.

Jogos mais competitivos podem render bons lucros. Como é o caso do Vici Gaming vs VGJ.Thunder. Na sessão https://gg.bet/pt/dota2 encontrará a disputa entre estas duas equipes. As odds evidenciarão quem é o favorito. O time que tiver com as menores odds é o favorito para sair vitorioso.

Mas nem sempre o favorito é o vencedor, e é aí que um bom apostador ganha. Fique atento aos resultados e prognósticos para Dota 2, e comece hoje mesmo a fazer suas apostas.

Comments

comments

Continue Reading

eSports

Novo modo de jogo com sistema de “Pick e Ban” de operadores para Rainbow Six Siege

Bruna Andrade

Published

on

Ubisoft anuncia novo modo de jogo com sistema de “Pick e Ban” de operadores para Rainbow Six Siege

Com mudanças no cenário competitivo, atualização permitirá banir operadores e trará novas estratégias para o jogo

A Ubisoft divulgou nesta terça-feira (8) mais detalhes sobre o novo modo competitivo de Rainbow Six Siege, que irá permitir o banimento de operadores pelos players. O “Pick e Ban” dará a cada equipe a opção de anular dois operadores para a partida.

Anunciado pela primeira vez durante o Six Invitational, o novo modo será introduzido com o lançamento da segunda temporada do Ano 3 e vai mudar o processo de seleção dos operadores no jogo, trazendo uma variedade de novas estratégias para o cenário competitivo do Rainbow Six Siege.

“Pick e Ban” será um recurso usado durante a sétima temporada da Rainbow Six Pro League e em eventos competitivos oficiais.

No cenário competitivo, a dinâmica de rodadas também será diferente. Cada partida terá cinco rodadas de ataque e cinco de defesa em sequência, sendo que os times não vão alternar entre eles. A primeira equipe que conseguir seis pontos vencerá a partida.

A nova rotação de rodadas deve ser menos confusa para a audiência, já que as equipes não trocarão de lado a cada uma delas. Da mesma forma, isso deve permitir que os times façam adaptações de suas estratégias em tempo real, sem precisar mudar sua mentalidade de ataque para defesa a cada momento.

Em sua essência, o “Pick e Ban” é uma ferramenta que introduz um novo mecanismo de banimento em que dois operadores de ataque e dois de defesa se tornam indisponíveis durante toda a partida. O objetivo é aprofundar a estratégia do jogo, trazendo diferentes opções em um confronto e criando a possibilidade para jogadores construírem seu próprio META.

Por exemplo, se um operador em particular é considerado uma ameaça, o “Pick e Ban” coloca o poder nas mãos dos jogadores, que podem criar uma estratégia que anule o estilo de jogo de seu oponente. Uma equipe pode banir um operador, não porque ele é forte, mas porque o time adversário joga melhor com ele.

Pré-Jogo

Preparação

Inicialmente, você precisa criar uma partida personalizada e então ir para as configurações do jogo. De lá, poderá ativar e desativar a ferramenta de Ban. Você também precisa selecionar o tempo por fase de proibição. Para espelhar as configurações da Pro League, você também poderá ativar o Sexto Pick e selecionar a hora para esta fase. Por último, você define a rotação do objetivo para rodadas ganhas.

– Fase de Ban

Durante a fase de Ban, os times alternam turnos para banir atacantes e defensores para o mapa, seguindo esta ordem:

1.       Time defensor: bane atacante 1

2.       Time atacante: bane atacante 2

3.       Time atacante: bane defensor 1

4.       Time defensor: bane defensor 2

A ordem de Ban foi feita para prevenir que o time que vai jogar primeiro bloqueie pares de operadores críticos para o outro lado. Por exemplo, a equipe que começar no ataque sempre terá o segundo Ban de operador de ataque e o defensor sempre terá o segundo Ban de defesa. Enquanto os operadores são banidos por uma partida inteira, a fase de pick ainda acontecerá toda rodada.

Spawn e Seleção do Bomb

Depois da fase de Ban, os atacantes vão selecionar o seu Spawn, local em que cada player renasce após uma rodada, e os defensores vão selecionar o Bombsite, onde está a defesa.

Fase de Pick

Ambos os times vão escolher seus operadores depois de decidirem o local de Spawn e Bombsite. Não houve muita mudança nesta parte, mas as equipes poderão selecionar seu operador sabendo onde estarão defendendo ou nascendo para o ataque.

Durante a partida

Fase de Revelação e Sexto Pick

Depois da fase de Pick, todos os operadores são revelados para os dois times deixando cada jogador ciente da escalação inimiga. Seguindo a “Revelação”, cada time pode ativar o Sexto Pick ou a possibilidade de escolher novamente um de seus operadores. Esta sexta escolha é alheia ao time inimigo, pois eles não sabem se um operador foi trocado e muito menos qual deles.

Pensamento dinâmico e boas decisões são a chave na sexta escolha, já que os jogadores vão querer atrapalhar seu oponente, enquanto tentam entender a estratégia inimiga. Blefe, adaptação e diversidade são partes fundamentais deste processo.

Rotação de rodadas

Cada partida terá cinco rodadas de ataque e cinco de defesa em sequência, sendo que os times não vão alternar entre eles. A primeira equipe que ganhar seis rodadas vencerá a partida.

A nova Rotação de rodadas deve ser menos confusa para a audiência, já que as equipes não trocarão de lado a cada uma delas. Da mesma forma, isso deve permitir que os times adaptem suas estratégias em tempo real, sem precisar mudar sua mentalidade de ataque para defesa a cada momento.

Rotação Objetiva

Existem duas opções para a Rotação Objetiva: “Jogar” e “Por Vitória”. O “Jogar” é a implementação atual, em que, se um time vence em um objetivo, ele deve jogar um número determinado de rodadas em outros objetivos para voltar a jogar no anterior. Já “Por Vitória” é um conjunto de regras alternativas em que, se um time vencer um objetivo, ele deve ganhar um número X de rodadas em outros objetivos para voltar a jogar nele. Perder em outros objetivos não desbloqueia os outros conquistados anteriormente.

Com o novo estilo de Rotação Objetiva, chamado “Rounds Vencidos”, as equipes serão obrigadas a ganhar um determinado número de rodadas em outros Bombsites antes de retornar ao que ganharam anteriormente. Isso evitará que as equipes simplesmente disputem as rodadas e assumam a derrota antes de retornar a um bombsite que venceram anteriormente.

Comments

comments

Continue Reading

eSports

Barcelona entra na equipe de eSports na liga PES da Konami

Eric Colombo

Published

on

A nova liga eSports conta com os famosos e renomados fabricantes Konami e eFootball.Pro que todos já devem conhecer em todo o mundo. Essas empresas de jogos irão expandir em 2018 e para isso já sancionaram o Barcelona como sua primeira equipe profissional que vai, nesse ano, ser jogada no novo Pro-Evolution Soccer – o famoso PES.

                O grande e reconhecido Gerar Piqué, zagueiro do Barcelona, presidente e fundador da agência de marketing e também promotor da liga eFootball.Pro disse o seguinte em entrevista cedida recentemente: “Como jogador, fico feliz que meu clube tenha decidido entrar no eSports e se juntou a este projeto inovador que estamos preparando junto com a Konami. O Barça poderá contribuir com seus valores para a competição e tenho certeza de que será um grande rival para o resto das equipes”.

                Piqué ainda disse que o objetivo é juntar o time nessa nova aventura do mundo digital e ainda afirmou que darão todo o suporte para incitar os fãs do clube a se jogarem neve novo mundo do eSports.



                O atual diretor sênior de Marcas e Desenvolvimento da Kanomi, Jonas Lygaard, ainda afirmou que é uma honra ter um time tão renomado mundialmente participando dessa liga pela primeira vez. Segundo ele essa parceria irá elevar a credibilidade dos eSports e oferecer aos fãs do clube a oportunidade de competir e representar oficialmente o FC Barcelona nas maiores etapas de competições pelo mundo.

                Além do Barcelona espera-se que outros grandes nomes também se unam oficialmente ao torneio, em breve.

Comments

comments

Continue Reading
%d blogueiros gostam disto: