Connect with us

Published

on

Fnatic encerra a temporada com chave de ouro vencendo a Natus Vincere e conquistando o último campeonato da temporada

Em entrevista após a vitória jogadores aparecem com toucas e bem humorados.

A Grande Final do ESL ESEA Pro League foi protagonizada por Fnatic e Natus Vincere no formato melhor de 5, que começou com uma virada sensacional por parte da equipe sueca. Escolhido pela equipe da Fnatic, Inferno é um dos mapas onde a equipe se destaca, e dessa vez não foi diferente. Após a Natus Vincere abrir um largo placar de 12 a 3 no primeiro half e vencer o pistol round abrindo 10 rounds de vantagem, a Fnatic mostrou um CT impecável. A virada foi inevitável, 16-4 com destaque para Olofmeister e JW.

Já no segundo mapa, escolhido pela Na’Vi (de_dust2), após conquistar um round pistol incrível com belíssima atuação de Flusha que realizou 4 HeadShots, a Fnatic abriu uma vantagem considerável pelo lado Terrorista fechando o primeiro half por 9 a 6. A equipe Ucraniana mostrou que não estava abalada com a virada no primeiro mapa e reagiu chegando a vencer 10 rounds consecutivos, mas mesmo assim, sofreu a segunda virada da melhor de 5, sendo derrotada novamente por um placar de 16-14.

Depois de duas significativas viradas, as equipes se confrontaram no mapa Mirage. Mesmo após duas derrotas, a Natus Vincere mostrou a que veio realizando um primeiro half bem sólido no lado Contra Terrorista abrindo uma grande vantagem de 12 a 3. A equipe ucraniana não tomou conhecimento da Fnatic vencendo o jogo por 16-6 com baixo rendimento por parte de JW e Flusha.

Pelo quarto mapa da melhor de 5, Train, tivemos um jogo de surpresas. Fnatic a 1 mapa da conquista do  campeonato, começou do lado Terrorista e soube dominar as táticas da Na’Vi no primeiro half anulando Zeus e Flamie, 6/12 e 6/13 respectivamente, e terminou a primeira metade com o placar de 10 a 5. Já na segunda metade, quando a Fnatic precisava de apenas 2 rounds para serem campeões, a Na’Vi conseguiu vencer os 5 rounds necessários para levar a disputa para o 5 e último mapa. Já era o terceiro 16-14 da série.

Tudo seria decido no mapa Cobblestone (de_cbble), onde novamente a Fnatic começou com a vantagem e finalizou a primeira parte com um disputado 9 a 6. Com um pistol round atrapalhado por parte da Na’Vi, a equipe sueca conseguiu chegar a liderar a série por 12 a 6, o que se transformou em um 14 a 6 após uma rápida invasão no bombsite B. A Na’Vi tentava voltar no jogo mas já era tarde demais para parar a máquina sueca que fechou o último mapa do campeonato por um sólido 16-6.

Resultado
ESL ESEA Pro League Season 2
fnatic 3 x 2  Natus Vincere

A premiação foi de $100.000 (equivalente a R$387.000). Segue a classificação final da competição:

1.  Fnatic – $100,000
2. Natus Vincere – $60,000
3-4. EnVyUs – $25,000
3-4. ? (ex-TSM) – $25,000
5-6. Luminosity – $12,500
5-6. Liquid – $12,500
7-8. CLG – $7,500
7-8. Conquest – $7,500

 

Comments

comments

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Games

Ori and The Will Of The Wisps É Anunciado pela XBOX – E3 2018

Rapha

Published

on

Um dos jogos que muitos gamers apostaram para a conferência do Xbox na E3 de 2018 era a continuação de Ori and The Blind Forest. Durante a conferência da empresa na E3 de 2017, foi anunciado a continuação, o game Ori And The Will Of The Wisps.

Ori And The Will of The Wisps foi o primeiro jogo a ser anunciado pela empresa durante a conferência.

Gameplay Trailer Novo Ori

 

Conferência Xbox E3 2018 – Tempo Real

Informações

Data de lançamento: 2019

Gênero: Ação/Plataforma

Desenvolvedora: Moon Studios

Distribuidora: Microsoft

Plataformas: Xone/Windows 10

 

 

Comments

comments

Continue Reading

Games

Vídeo game e a nostalgia

Published

on

vídeo game e a nostalgia

Não quero cair no lugar-comum do “antigamente os video-games eram melhores”, “no meu tempo era divertido”. Ficar presa ao passado e a forma como conheci os jogos não vai me fazer evoluir e nem conhecer histórias e maneiras diferentes de jogar.

Eu prefiro jogos de plataforma em 2D e não me dou bem com 3D. Não jogo mobas, não conheço nada sobre League of Legends ou eSports. As vezes jogo umas partidas de Mario Kart ou Splatoon 2 no Nintendo Swtich online e isso é o mais próximo que tenho disponível para me divertir com outras pessoas (conhecidas ou não).

Acontece que, às vezes, a nostalgia não me faz conhecer coisas novas e fico imaginando que não vou aprender nada útil. Também enfrento dificuldades para me adequar as novas dinâmicas e aos novos recursos. Minha cabeça não aceita muito bem a visão em 3D e fico com o estômago embrulhado quando a câmera muda em alguns momento.

Além disso, fico incomodada com algumas mecânicas e a jogabilidade. Não me dou muito bem quando tenho que usar muitos botões.

Ah e como os botões me irritam! Cada console tem seu esquema e fico perdida com a posição do X: cada controle tem o seu esquema de botões.

Os jogos novos usam muitos comandos e eu não sei muito bem o que fazer, a não ser que seja um joguinho de luta.

O hábito de valorizar o que é familiar

Hoje temos novas versões de consoles antigos, como o Atari, o Nintendinho, o SNES e o Neo Geo Pocket. Também há a opção de ter todos estes consoles em um Raspberry Pi no formato que você desejar!

Sim, a nostalgia vende sobre a vontade de reviver um pouquinho daquelas tardes em frente a televisão de tubo, bebendo suco e comendo salgadinhos.

Contudo, será que realmente precisamos nos manter presos ao passado? Por que é tão difícil apreciar e valorizar o que é novo?

Ao demonstrar um comportamento fechado e retrógrado nos comportamos como a geração anterior a nossa (e não importa qual geração e sua “localização” no tempo). Manteremos os valores que recebemos, as opiniões quadradas que ouvimos, o machismo e mania de “sabermos tudo por causa da idade”. Jamais saberemos tudo e nem no momento da morte estaremos completos.

Por isso, vamos parar com o velho discurso que “jogar tal jogo da moda é coisa de criança ou de menina”.

O que você achou deste artigo? Deixe um comentário!

Comments

comments

Continue Reading

Games

Arena The Contest Arrecada 5 Vezes mais que o Valor da Meta no Primeiro dia de Kickstarter

Rapha

Published

on

Arena: The Contest é um jogo de tabuleiro criado pela empresa Brasileira Dragori Games, jogo será lançado mundialmente.

Confira: Arena: The Contest teaser trailer do jogo de tabuleiro baseado em Lol e Wow

Meta Kick Starter

A meta para lançamento do jogo era de U$ 50.000,00, ontem por volta das 15:00 h, o boardgame teve seu financiamento coletivo iniciado no Kickstarter, uma das plataformas de crowdfunding mais famosas do mundo.

Até o presente momento o jogo havia arrecado o valor de U$ 321.000,00, quase 7 vezes mais o valor da meta estipulado pela Dragori Games.

Até as 18 h do dia 27-03, uma miniatura exclusiva para apoiadores, após esse horário a miniatura custará U$ 7,00

Encerramento de Financiamento

O Jogo terá seu financiamento encerrado no final de Abril, então garanta o seu acessando a página do jogo no Kickstarter clicando aqui.

Eu já garanti o meu, então aproveite e garanta o seu também.

 

Comments

comments

Continue Reading
%d blogueiros gostam disto: