Connect with us
Flamengo vence Série de Promoção e garante vaga no CBLOL e Team One é rebaixada Flamengo vence Série de Promoção e garante vaga no CBLOL e Team One é rebaixada

Cobertura

Flamengo vence Série de Promoção e garante vaga no CBLOL

Bruna Andrade

Published

on

Flamengo chegou à elite do principal esporte eletrônico brasileiro. O estrelado elenco Rubro-Negro venceu a Team One, atual campeã brasileira, na Série de Acesso, o Fla garantiu o acesso com placar equilibrado em 3 x 2. O resultado coloca o time carioca no 2° Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

Nossa primeira meta era subir para o CBLoL. Não esperávamos perder o Desafiante. Treinamos muito, eu me dediquei muito. Estou muito feliz. Estava quase tendo um ataque do coração, mas saímos com a vitória – disse Felipe “brTT”.

Do outro lado, a Team One concluiu o mergulho profundo após chegar ao mais alto posto do competitivo nacional. No 2° Split de 2017, o time surgiu na elite após comprar a vaga conquistada pela INTZ.Genesis – o regulamento proíbe dois times da mesma organização juntos no torneio. Logo na primeira participação, os Golden Boys chegaram ao título e foram ao mundial da China. Pouco menos de seis meses depois, a Team One terá que voltar ao Circuito Desafiante.

A serie foi altamente disputada, sendo de verdade um competição de qual time tinha menos erros, o time do Flamengo ainda está longe de ser o time que todos os torcedores esperavam, já o time da Team One parecia irreconhecível ao ser comparada com a vitoriosa Team One do segundo split.

A serie teve o resultado em 3×2 para o Flamengo, que atualmente é o único clube de futebol com projeto voltado a esportes eletrônicos.

O último game,foi muito tenso. Até então mal na série, Jisu, enfim, apareceu e foi o que o Flamengo precisava para trazer a balança para o seu lado. O Flamengo criou condições de vitórias, mas vacilou e quase entregou a série para a Team One. Depois sofrer muito, o Flamengo conquistou o acesso para o CBLoL após um batalha de mais de quatro horas de duração.

Será o Fla o time a ser rebaixado no próximo split ou teremos uma nova Kabum?

Gosta do CBLoL?
Se inscreva agora no nosso canal e curta as melhores entrevistas com os jogadores!Evolução Geek

Comments

comments

Bruna Andrade - Conhecida por ai como Nana ou Pandora Nana, cosplayer, geek, publicitaria, streamer e redatora da Gaming News. Louca por jogos e e-sports. Me segue lá nas redes sociais: Instagram: @pandora.nana Twitter: @pandoranana_

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cobertura

SANA entra na maioridade com atrações internacionais do Japão e Coreia do Sul

Published

on

Em 2018, o Sana comemora 18 anos de promoção da cultura pop no Nordeste, com atrações consagradas e novidades internacionais. O evento acontece dias 27, 28 e 29 de julho, no Centro de Eventos do Ceará e trará para Fortaleza a grande turnê de 15 anos da banda FLOW. O grupo japonês conhecido por suas músicas em animes como Naruto, Code Geass, Dragon Ball, entre outros, encerra o hall dos shows se apresentando no domingo (29).

Ainda na área SANA SHOW, o ator, humorista e músico Bruno Sutter encarna o personagem Detonator, e volta aos palcos com a banda Hattori Hanzo na sexta-feira (27). No mesmo dia, o cantor japonês Akira Kushida, que interpreta canções lendárias de séries japonesas como: Jaspion, Jiraiya, Jiban, Gyaban, estará mais uma vez no Sana cantando a música “Ultimate Battle”, tema de Dragon Ball Super. O K-pop também tem o seu espaço, e o Sana traz direto da Coreia do Sul o grupo BP Rania,formado pelas idols Jieun, Yumin, Ttabo, Hyeme e Zi.U, que se apresentam no sábado (28).

Outro grupo sempre aguardado no evento são os dubladores que dão vida a personagens consagrados de séries e filmes.  Para o Sana 18 anos, o público já pode esperar a presença do dublador Marcelo Campos, que interpreta personagens como Trunks do Futuro (Dragon Ball Z), Edward Elric (Fullmetal Alchemist), Mu de Áries (Cavaleiros do Zodíaco) e Yugi (Yu-Gi-Oh!). Também Alfredo Rollo, dublador conhecido por seus papéis de Brock (Pokémon), Julian Solo (Cavaleiros do Zodíaco) e Vegeta (Dragon Ball Z) estará no evento sábado (28). No domingo (29) o público vai se divertir com a presença de três dubladores de um dos programas mais assistidos na América Latina: O Chaves! Carlos Seidl (Seu Madruga), Cecília Lemes, (Chiquinha) e Gustavo Berriel (Sr. Barriga, Nhonho e Jaiminho) farão a alegria do público em um bate-papo descontraído.

SANA GAMES

Uma das maiores áreas do evento, o espaço SANA GAMES reúne empresas tanto da área de games, quanto de tecnologia. No palco principal, uma arena com uma enorme tela de LED, onde jogadores se enfrentam, é também o local para as apresentações dos Youtubers. Nesta edição, o público pode contar com a presença cativa, nos dias 28 e 29 de Muca Muriçoca, que contabiliza mais de 4 milhões de inscritos em seu canal. Para os fãs de League of Legends, o jogador e streamer Kami, é presença confirmada também no sábado (28). MoriMura, conhecido por seu vlogs e vídeos no muscal.ly e Nelson, da casa do Kame, estarão no domingo (29) para conversar com o público.

No espaço ARTISTS’ ALLEY os fãs da nona arte têm acesso a ilustradores renomados que comercializam e autografam seus trabalhos.

Desde as primeiras edições do Sana, o evento se firmou como palco para cosplayers se expressarem, virando tradição. Além disso, neste evento teremos a volta o concurso COSPLAY INSANA que tem como premiação uma viagem para Orlando, nos EUA, para conhecer o parque temático de Harry Potter.

 

INGRESSOS PARA O SANA

A venda de ingressos para o Sana está a todo vapor. A novidade nesta edição é a comercialização online pela plataforma Sympla  http://bit.ly/Sana2018online que oferece mais conforto e comodidade para o público. Com os recursos do Sympla, os visitantes poderão entrar no evento apresentando o QR Code do ingresso virtual, seja por meio de um papel impresso ou apenas com o QR diretamente pelo celular.

As vendas já estão disponíveis também nos pontos físicos. O público encontra os ingressos do Sana na loja Imaginarium (Shopping Parangaba), na Clikks (Shopping Benfica), na Gracom (Centro e Sul), nas Lojas Nagem (Shoppings Iguatemi, Jóquei, RioMar Papicu, North Shopping e Via Sul) e na Loja Dominária.

Os ingressos são vendidos em combo ou por dia, com os valores de 1º lote de R$ 75,00 (meia) do pacote para os três dias, R$ 30,00 (meia) para sexta-feira, R$ 35,00 (meia) para sábado e R$45,00 (meia) para o domingo.  O benefício da meia-entrada será dado a estudantes, professores, portadores de necessidades especiais, doadores de sangue regulares, idosos e jovens de baixa renda.

Para quem espera ver seu artista preferido ainda mais perto, o evento fornece o setor Frontstage, com ingresso para sexta-feira a R$ 80,00, sábado a R$90,00 e domingo a R$110,00. Todos os ingressos de Frontstage são valores únicos.

Já o Combo VIP oferece entrada diferenciada pela portaria VIP, o conforto de um lounge exclusivo com guarda volumes, Free Play, open bar de água, refrigerante, sucos e petiscos, além do acesso para tirar fotos com algumas das atrações do evento. O pacote deste combo pode ser adquirido para os três dias por R$350,00, somente para a Sexta-VIP, R$120, Sábado-VIP R$ 150 e Domingo VIP, por R$180,00. Todos os ingressos da entrada VIP são valores únicos.

Para essa edição, a organização divulga um novo ingresso com pacote especial para os fãs do grupo sul coreano BP Rania.  O ingresso dará aos fãs os benefícios de entrada diferenciada no evento pela portaria A, o acesso ao frontstage para o show do BP Rania e a participação no Meet & Greet do grupo. Os 50 primeiros ingressos vendidos nessa categoria também darão acesso ao fansign do BP Rania, isto é, uma sessão de autógrafos com material oficial do grupo. Valor do ingresso: R$ 110,00 exclusivo para o sábado (28), com venda somente online e limitada a 100 unidades.

O Sana continua com a ação de ingresso social, que garante o mesmo valor de meia-entrada a pessoas que levarem 1 kg de alimento não perecível, ou de 1kg de ração entregues na portaria do evento. Os alimentos arrecadados serão destinados ao IPREDE – Instituto da Primeira Infância e a ração para o abrigo São Lázaro.

Comments

comments

Continue Reading

#GNnaBGS

Dublador de Mario, Charles Martinet é confirmado na 11ª Edição BGS

Eric Colombo

Published

on

Se você é gamer, e tem ao menos 15 anos, é muito provável que a voz de Charles Martinet seja um tanto conhecida para você. Isto porque, Martinet, ator e dublador, é a voz de um dos personagens mais icônicos e famosos do universo dos Games. Martinet, teve o privilégio de por décadas, ser a voz do encanador bigodudo da Nintendo, isso mesmo, o Mario.

A Brasil Game Show, maior evento de Games da América Latina, confirmou a presença do Dublador, na próxima edição do evento, que irá ocorrer entre os dias 10-14 de Outubro deste ano. Martinet estará presente no evento nos dias 11 e 12 de Outubro e fará parte de diversos painéis do evento, inclusive será jurado no concurso de cosplays do evento. Martinet participará também de sessões de Meet & Greet com o público, então já se prepare para conseguir aquele aguardado autógrafo e foto com o ator.

“Os jogos do Mario marcaram gerações de gamers e foram fundamentais para a popularização dos videogames em todo o mundo. Trazer para a BGS o dono de uma das vozes mais icônicas e lendárias da indústria é motivo de muito orgulho e tenho certeza que será uma grande atração para os visitantes da feira”, disse Marcelo Tavares, CEO e fundador da Brasil Game Show.



Charles Martinet é apenas um, dos grandes nomes que estarão presentes no evento, a BGS 2018 promete a presença de Katsuhiro Harada, diretor de Tekken, uma das mais icônicas séries de jogos de luta, e Daniel Pesina, intérprete de diversos personagens de Mortal Kombat.

Confira um video publicado pela Brasil Game Show, com Martinet confirmando sua presença:

Esse mês, a BGS também confirmou a presença de uma das principais line-ups de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO): os jogadores brasileiros Marcelo “coldzera”, Gabriel “FalleN”, Fernando “fer”, Epitácio “TACO” e Ricardo “boltz”.

Os ingressos para a Brasil Game Show já estão disponíveis no site do evento, e podem ser adquiridos com até 40% de desconto em relação ao lote final, então se você é Gamer e quer conhecer e curtir esse evento sensacional, é uma boa oportunidade para adquirir o seu ingresso desde já.



A GamingNews, estará presente no evento realizando a cobertura e é claro, curtindo um pouco deste evento, afinal, também somos Gamers não é mesmo?

Comments

comments

Continue Reading

BoardGames

Entrevista com Gustavo Barreto – Criador de Don Capollo, Tinco e Aero

Rapha

Published

on

Cobertura Diversão Offiline SP

A equipe do GamingNews conseguiu uma entrevista com o advogado, mágico, desenvolvedor de jogos de tabuleiro como Tinco e Donn Capollo e sócio da Funbox editora, Gustavo Barreto, paulista de 38 anos e que possuí uma memória incrível. Confira como foi essa entrevista realizada diretamente do estande da Game Vult na 1ª edição do Diversão Offline em São Paulo.

GN: Quando foi o seu primeiro contato com jogos?

GB: Dia 21 de junho de 1985, dia do meu aniversario de 6 anos. Eu havia acabado de acordar, e senti um embrulho embaixo do meu braço. Era um papel colorido. Era um presente!

Abri o embrulho animado, e vi que era uma caixa retangular, um jogo chamado “Einstein”. Na época eu não conhecia  Einstein. Era um jogo abstrato da Grow, que joguei por muitos anos.

GN : Como surgiu esse desejo de se tornar um jogardor?

GB: Eu tinha 10 anos de idade, lembro que não tinha todos os brinquedos que queria, mas tinha que gostava muito que era composto por imãs, esse brinquedo tinha uma base e formávamos umas esculturas nelas, além desse brinquedo eu tinha um que chamava rouba queijo tinha uma base com imã e parecia que o rato andava sozinho. Eu achava aquilo sensacional, foi quando resolvi criar algo parecido, então peguei uma caixa de pizza uma caneta bic, umas tampas de garrafa e um arame de pão pullman e desenhei uma pista de corrida na caixa de pizza e com arame fiz uma cobra. O objetivo do jogo era fazer a cobra percorrer o caminho por volta das tampas sem fazer sem ser capturada pelas tampinhas.

Então apresentei o jogo para meus primos e eles adoram e decidiram apresentar para os meus tios e todos eles começaram a jogar, achei isso incrível e foi o que marcou a minha vida. Ver meus familiares jogando meu jogo foi algo que me marcou muito. Hoje poder criar jogos, resgata essa alegria, essa alegria de levar entretenimento de qualidade para pessoas que nunca vou conhecer e isso é algo extraordinário par mim.

GN:  Qual jogo criado por você é o seu favorito?

GB: Antes de responder a sua pergunta, contarei uma história. Meu avô paterno era arquiteto e trabalhava com construção e revenda de imóveis, e inclusive a casa em que ele vivia foi projetada por ele e um dia perguntaram para ele “Qual parte da sua casa o senhor mais gosta?”. Ele respondeu “a escada”, achei que fosse uma brincadeira e não conseguia entender o que ele quis dizer. Então ele me explicou.

“A escada é simétrica, possuí um bom corrimão, altura e largura perfeita. Um projeto difícil de ser executado e me orgulho muito dele, pois aqui nenhum filho meu se machucou”. Por isso considerava a escada o local da sua casa que ele mais gostava.

O meu jogo predileto e o melhor é um jogo que criei em 2011 e o primeiro a ser publicado, o Aero.  Aero, é um jogo abstrato e têm pouquíssimas regras, eu o explico para qualquer criança em 2 minutos, mas você levará sua vida inteira para dominá-lo.

O Aero Não é o meu jogo mais vendido e nem o mais procurado, mas o Aero é minha “escada”.

Aero - board game - Gustavo barreto - gamingnews

Aero (2011)

GN:  Qual jogo marcou a sua vida?

GB: Vários jogos marcaram por motivos diferentes, o xadrez marcou muito, cheguei a jogar pela faculdade, o Einstein e Abstrato da Grown também marcaram demais, o Aero por ter sido o meu primeiro publicado, o Donn Capollo  que foi meu primeiro na Devir, o primeiro nacional publicado em 28 anos de empresa e abriu a porta para muitas coisas. O Tinco que foi o primeiro jogo aprovado por uma editora internacional. Tem muitos jogos que marcaram não só pela beleza da criação e sim por me inspirarem e emocionaram demais.

Gosto muito de jogos que criaram mecânicas, como, Dominion, Gamão, que inclusive é o meu preferido no momento e o que mais tenho jogado, para mim é uma metáfora da vida. Também acho  Agrícola, Porto Rico e Terra Mística incríveis.

Alguns em especiais são esses, mas eu gosto sempre de me surpreender com novas culturas, novas mecânicas. Para mim a beleza dos boardgames é essa.

Einstein da Grow (1980)

GN: Como é a sua rotina de jogador? Joga toda semana? Todo dia?

GB: Eu jogo todas as vezes que eu consigo (risos)

GN: Fora jogar, tem alguma outra coisa que gosta de fazer?

GB: Eu sou advogado e amo o que faço, trabalhei com mágica profissionalmente por 13 anos, representei o Brasil no mundial de Portugal, e escrevi um livro de mágicas chamado “Pegue uma Carta”, dei esse nome porque foi a primeira fase que ouvi de um mágico que me apresentou um mundo novo e de certa forma, tudo isso é um jogo, tanto que no espanhol chama-se “juego de magica”.

Assim como a mágica é um jogo, ser advogado de certa forma tem muitos elementos de um jogo. Temos estratégia, perdedor, vencedor, regras que não podem ser infligidas é uma estrutura muito semelhante com um jogo do que qualquer outra profissão.

De certa forma  um bom advogado é um bom jogador, eu tenho essa premissa.

Pegue uma Carta (2004)

GN: Como você enxerga o cenário de antes, o cenário de hoje, e que espera do cenário de boardgame no futuro no Brasil?

GB: Em 2011 as editoras e lojas da época se juntaram para fazer a primeira BGCON do Brasil, esse evento foi dentro da RPGCON, evento de RPG.  Nós fizemos brindes para esse evento, chamamos autores com protótipos e foi nesse evento que lancei os meus jogos Aero e Tinco e o jogo que depois virou Dark City, que vai ser publicado pela Devir.

Tinco (Devir)

Esse evento foi bem pequeno, tínhamos 2 salas, pouca estrutura , sem microfone e com poucos pessoas, mas foi ali que assumimos um compromisso com os presentes e com todo o público, assumimos o compromisso de revolucionar o mercado de boardgames brasileiro.

Nós ainda estamos comprometidos com esse compromisso e o evento de hoje é o espelho do evento de 2011. Em 2011 foram lançados mais jogos que nos últimos 30 anos no Brasil e os números estão crescendo após isso, cada vez mais temos mais desenvolvedores, editoras e jogadores no mundo.  Em pouco tempo o Brasil será um pólo de fonte de jogos de qualidade a nível internacional, hoje não é o que vai ser ainda. O mercado de boardgames cresceu mais de 30% no mundo, estamos em um país que vende um War a cada 7 minutos e os jogadores que conhecem não considera ele o melhor dos jogos.

A gente tem feito hoje um trabalho de criação e divulgação para apresentar para o público e trazer a nova geração para o hobby, o boardgame ele une gerações, através dos boardgames você reúne os avós com os netos, os pais e mães com os filhos e poucos hobbys no mundo possuem essa característica e proporcionam entretenimento com tanta qualidade, o pessoal passa a noite inteira se divertindo e dando risada e isso será cada vez mais buscado, será cada vez mais sustentável, tem um retorno legal para os desenvolvedores e a galera ta cada vez mais profissional. E o brasileiro é um povo positivo, pra cima, que enfrenta qualquer crise e dificuldade com criatividade e isso é reconhecido no mundo inteiro e nossos jogos reproduzem isso, os nossos jogos são alegres e felizes e felicidade e alegria combinam muito com boardgame. Hoje temos o American Game, Euro Game e em pouco tempo a gente quer criar o Brazilian Game, para o pessoal chegar e olhar “esse jogo não é americano, não é europeu ele não se encaixa nessa classificação”. Quando você vê um jogo japonês aquela coisa minimalista com pouco componente legal pra caramba, você sabe que é um jogo japonês, quando você vê um jogo africano, aquele jogo ancestral e belíssimo jogado a 7 mil anos atrás com sementes em cima da terra, você sabe que é um jogo africano.

O que nós queremos criar é uma nova escola, uma escola de jogos brasileiros que não se encaixa nessa estrutura, não vai se encaixar nessa definição, ele é divertido demais para você chamar de euro game e american game! A nossa busca é essa, de criar uma nova categoria de jogos para as pessoas falarem “só um jogo brasileiro para trazer essa alegria na mesa”.

GN: O que você espera do Gustavo daqui 20 anos?

GB: Eu espero um cara tão feliz como eu sou hoje.

GN: Como você enxerga a importância desses eventos para o cenário de boardgame?

GB: O hobby só cresce por conta dos eventos, são através dos eventos que nós conseguimos trazer um novo público, novas pessoas, apresentar novos jogos e autores, promover as coisa. O boardgame precisa disso, aqui as pessoas podem testar jogos, tirar dúvidas de regras e mecânicas com os instrutores. Temos editoras, divulgadores e depois esse trabalho é mantido através das redes sociais e grupos, mas o primeiro contato de muita gente é no evento e nesse contato a pessoa se identifica com o público, temática agradável e positiva, já que o boardgame é de fato acolhedor. Podemos ter um evento de boardgame dentro de qualquer outro evento  “basta ter pessoas”, a idéia em pouco tempo todo evento ter uma área de boardgame, para as pessoas interagirem e até mesmo descansarem um pouco.

GN: Como os jogos ajudam as pessoas?

GB: São diversas competências a serem melhoradas, a Devir em todos os jogos infantis faz um laudo com uma Neuropsicopedagoga, que fala quais as áreas do cérebro ela desenvolve, o quanto aquela pessoa será melhor e vai enfrentar os desafios da vida.

Grandes estrategistas, empresários e etc começaram o planejamento estratégico com o xadrez e depois passaram isso para todas as áreas do empreendedorismo. Realmente os jogos fazem as pessoas melhores e essas pessoas melhores fazem um mundo melhor!

Gostou da nossa entrevista? Então fique por dentro das nossas redes sociais e confira o que GN está preparando para você!

Comments

comments

Continue Reading
%d blogueiros gostam disto: