Connect with us

CBLOL

ESA Diz que Nerfa Revolta Durante Entrevista com Gordox

Rapha

Published

on

Buff ou Nerf ESA

No quadro Buff ou Nerf, realizado pelo canal e-SportTV e apresentado por Gordox, o entrevistador realiza uma série de perguntas para o jogador entrevistado sempre perguntando se ele “buffa” ou “nerfa”, sendo nerf algo negativo e buff algo positivo.

 

Desavença entre Revolta e ESA

Durante o quadro realizado com o atual suporte do Flamengo e-sport, André “ESA” Pavezi, Gordox pergunta para o entrevistado, “Revolta?” e Esa responde, “Eu nerfo, na experiência que eu tive com ele na Keyd a gente acabou tendo muitas discussões, muitas desavenças, por isso eu nerfo”. O que indica as desavenças geradas entre o atirador/suporte e caçador durante o split passado do CBLOL, em que ESA atuou como ADC e Suporte da Keyd Stars.

Na sequência, o entrevistador pergunta sobre a Keyd Stars, e Esa responde, ” Eu buffo, independente do que aconteceu, foi por onde eu comecei minha carreira, foi onde eles me acolheram depois do ano que fui banido, eles me abriram muitas oportunidades por mim e eu respeito muito eles como organização.”

ESA banido por elojob

Quando questionado sobre elojob,  ESA responde, “Difícil pergunta essa hein, rapaz… rs. Eu buffo e nerfo, não me arrependo do que eu fiz, acho que foi um momento que eu gostei de fazer, procurei por isso, mas atualmente se eu pudesse escolher de não ter feito eu acho que não faria. Não me arrependo, mas não buffo nem nerfo, fico em cima do muro”.

Em março de 2014, ESA e grandes nomes do cenário competitivo de League of Legends, como Zantins e Brucer, receberão suspensão de um ano por prática de elojob.

Vídeo Completo Buff ou Nerf Esa

Confira abaixo vídeo com a entrevista completa.

Comments

comments

Apaixonado por Games, Animes, Livros ( Fantasia e ficção), chocolate e claro um bom e velho RPG de Mesa ( principalmente Tormenta). Esse sou seu.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#CBLOLnaGN

Entrevista com SirThulio, jungler da Pain Gaming

Bruna Andrade

Published

on

Entrevista com SirThulio, jungler da Pain Gaming

Nós da Gaming News fizemos uma entrevista com o SirThulio, o  jungler do time Pain Gaming, após o 1° dia de jogo no 1° split do CBLoL 2017, para entender melhor o que esperarmos dele e de seu time, confira abaixo! Deixe nos comentários com quem você gostaria que fosse a próxima entrevista? E o que tem vontade de perguntar?

GN: Como a mudança do Pick e Ban vai alterar o que estamos acostumados a ver no CBLoL?

SirThulio: Com a entrada dos ban no meio eu acho que muda muito a estratégia do outro time, você pode pensar vamos jogar com isso, mas acontece de o inimigo banir seu campeão e você deve ter outras alternativas.

Meio que aumenta o leque de campeões, você tem que jogar com outros e não ficar naquele dois três picks porque se não você não joga mais.

GN: No segundo jogo, quando que vocês perceberam que deviam desacelerar e talvez rever a estratégia?

SirThulio: Bom, estávamos bastante fortes no jogo então precisávamos entender como nossa comp funcionava contra a deles, meio que falhamos nisso no bot, que morremos duas três vezes e a tomamos pick-off o que deixou o barão para eles.

Nessa hora a gente sabia que podia ganhar, só mantendo a distância, mas não podíamos ir tão acelerado, mesmo estando com a vantagem, porque meio que eles tinham recuperado isso.

GN: E no primeiro jogo, os dragões vocês sabiam que não precisavam contestar, ou isso foi uma surpresa do jogo de acordo com o rumo que ele tomou?

SirThulio: É… Mais ou menos, acho que querendo ou não foram três dragões ruins para o time, tipo tínhamos uma composição que escalava com o tempo, então não podíamos lutar cedo no jogo. E os três dragões foram de montanha, os dragões de montanha permitiam que eles fizessem barão rápido e outros objetivos, então a gente ficou bem acuado, mas queríamos lutar quando alcançamos o level 15 ou level 14, mas não estávamos conseguindo por mérito deles, por terem jogado bem.

GN:Última pergunta, o Lee Sin, ele foi nerfado nesse 7.1, mesmo com o nerf vamos continuar vendo ele com a frequência que vimos hoje?

SirThulio: Eu acredito que o kit do campeão é bem forte, meio que nerfaram só o ultimate dele ou o E dele na visão, mas não foi o suficiente para tira-lo do meta porque ele tem muitas utilidades, tanto para ser ofensivo early game quanto para defender o seu time no meio para o final do jogo.

GN: Muito obrigada por conceder alguns minutinhos para gente! E boa sorte nesse CBLoL!

Acompanhe a cobertura do CBLoL da Gaming News, clique aqui!

Comments

comments

Continue Reading

#GNnoCBLOL

Cheirinho de CBLoL

Bruna Andrade

Published

on

Cheirinho de CBLoL

O campeonato mais aguardado e amado pelos fãs de League of Legends está chegando!

O ano de 2016 foi cheio de surpresas, times grandes como Pain Gaming e CNB acabaram disputando a série de promoção no final do primeiro split do CBLoL 2016, e a INTZ acabou campeã dos dois split, sendo vitoriosa encima da Keyd no 1° Split e da CNB no 2° Split do CBLOL.

Uma das maiores surpresas que o ano de 2016 nos trouxe foram as mudanças nos elencos dos times, como de costume todos os times fizeram alterações, mas as alterações que causaram mais rebuliço foram as da OPK, Red Canids, Keyd e INTZ.

A Operation Kino também surpreendeu a todos quando anunciou o desligamento de toda sua lineup após o 2° Split do CBLOL, segundo os jogadores eles não estavam satisfeitos com a organização. Apenas em novembro a OPK anunciou a novo time.

A organização Red Canids surpreendeu a todos por reformular sua lineup com grandes nomes do cenário brasileiro, e nos dando a oportunidade de ver novamente a dupla Dioud e BRTT na bot lane, lembrando quando o duo bot representou o Brasil no mundial de 2015.

A Keyd surpreendeu primeiramente no investimento em bootcamp na coreia, lar dos atuais melhores jogadores do mundo, mas as surpresas estavam apenas começando, já que a lineup que foi para o bootcamp se desfez, mantendo apenas seu Mid laner Takeshi e o Ad carry Esa. No final de 2016 eles anunciaram os novos reforços, sendo eles o Revolta, o Yang e o Zirigidun.

Impossível falar das mudanças sem falar da INTZ, o time campeão de 2016 sofreu desfalque quando seu Top, Mid e Jungler mudaram de equipe, mantendo apenas sua bot lane intacta as mudanças.

O CBLoL de 2017 nos promete grandes emoções, veja abaixo os times e seus elencos que farão desse campeonato inesquecível:

CNB e-Sports Club

TOP: Pedro “Lep” Marcari

JUNGLER: Gustavo “Minerva” Alves

MID: Thiago “Tinowns” Sartori

AD CARRY: Pablo “pbO” Bellini

SUPORTE: Willyam “Wos“Bonpam

COACH: Hugo “Galfi” Garcia

RESERVA: Yan “Yampi” Petermann

RESERVA: Pedro “Gafone” Ramos

INTZ

TOP: Marcelo “Ayel” Mello

JUNGLER: Gabriel “Turtle” Chaves

MID: Bruno “Envy” Farias

AD CARRY: Micael “MicaO” Rodrigues

SUPORTE: Luan “Jockster” Cardoso

COACH: Claudio Godoi

RESERVA: João “Marf” Piola

RESERVA: Daniel “Daniels” Marcon

RESERVA: Diogo “Shini” Moreira

RESERVA: Álvaro “Verto” Neto

KaBuM

TOP: Lucas “Zantins” Zanqueta

JUNGLER: Daniel “Danagorn” Silva

MID: Guilherme “Vash” Conti

AD CARRY: Renato “TheFoxz” Valsirolli

SUPORTE: Marcelo “Riyev” Carrara

COACH: Vinícius “Neki” Ghilard

RESERVA: Ricardo “BabyMisty” Junior

RESERVA: Renan “Nyu” Silva

RESERVA: Alaor “Tomate” Neto

RESERVA: Alexandre “Titan” Lima

Keyd Stars

TOP: Felipe “Yang” Zhao

JUNGLER: Gabriel “Revolta” Henud

MID: Murilo “Takeshi” Alves

AD CARRY: André “EsA” Pavezi

SUPORTE: Pedro “Ziriguidun” Vilarinho

COACH: Lorenzo “Jung” Jung

RESERVA: Jorge “Verfix” Silveira

RESERVA: Marcos “Krastyel” Ferraz

RESERVA: André “ManaJJ” Rocha

Pain Gaming

TOP: Matheus “Mylon” Borges

JUNGLER: Thulio “SirT” Carlos da Silva

MID: Murilo Gabriel “Kami” Bohm

AD CARRY: Pedro “Matsukaze” Gama

SUPORTE: Caio “Loop” Almeida

COACH: Gabriel “MiT” de Souza

RESERVA: Rafael “Rakin” Knittel

RESERVA: César “juc” Barbosa

RESERVA: Rodrigo “TaeYeon” Panisa

RED Canids

TOP: Leonardo “Robo” Souza

JUNGLER: Carlos “Nappon” Rücker

MID: Felipe “Yoda” Noronha

AD CARRY: Felipe “brTT” Gonçalves

SUPORTE: Hugo “Dioud” Padioleau

COACH: Fayan “Fayan” Pertys

RESERVA: Bruno “Brucer” Pereira

RESERVA: Gustavo “Sacy” Rossi

RESERVA: Gabriel “Tockers” Claumann

Remo Brave E-sports

TOP: Vinicius “Thulz” Machado

JUNGLER: Alanderson “4LaN” Meireles

MID: Danniel “Evrot” Franco

AD CARRY: Matheus “Sarkis” Sarquis

SUPORTE: Victor “Cabuloso” Oliveira

COACH: Erick Cardoso

RESERVA: Rafael “RafaP” Pinheiro

RESERVA: Fernando “Ferchu” Aoki

RESERVA: Lucas “Koga” Godoy

Operation Kino

TOP: Franklin “Aoshi” Coutinho

JUNGLER: Filipe “Ranger” Bairros

MID: Matheus “MC DYNQUEDO” Miranda

AD CARRY: Lucas “LUSKKA” Rentechen

SUPORTE: Emerson “BocaJúnior” Aires

COACH: João Pedro “Dionrray” Barbosa

RESERVA: Eduardo “Akrinuss” Chung

RESERVA: Samuel “Apollo” Pimentel

RESERVA: Leonardo “Kier” Santiago

COACH: Renan “Kvrak” Machado

RESERVA: Humberto “Garotumb” Filho

Comments

comments

Continue Reading

#CBLOLnaGN

Agora é pra valer: conheça os times e as novas regras da 2 etapa do CBLoL

Published

on

CBLOL-2016

Está chegando a segunda etapa do Circuito Brasileiro de League of Legends, ou CBLoL para os íntimos. Esse é o campeonato de eSports mais popular do Brasil e as equipes nacionais brigam para conquistar o título e, mais importante ainda, uma vaga para o Desafio Internacional, no qual o campeão vai para o Campeonato Mundial, contra os maiores times de “LoL” do planeta.

Nessa segunda etapa, que vai de 19 de maio a 9 de julho, alguns times chegam com mudanças em suas formações, o caso da KaBuM! e CNB, que fizeram uma bela dança das cadeiras, mudando praticamente o time inteiro. Outras equipes seguem quase inalteradas, como INTZ e paiN Gaming.

O que todas as equipes querem é ter a chance de disputar as finais no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo e chegarem afiadas para o Desafio Internacional na Ópera de Arame, em Curitiba, nos dias 3 e 4 de setembro. Lembrando que todas as partidas serão transmitidas ao vivo no canal da Riot Games no Azubu.tv.

Novas regras

A 2ª etapa do CBLoL já começa explosiva. A primeira mudança em comparação à 1ª etapa é que o campeonato começa em uma “super semana”, com quatro dias de disputas no formato melhor de 2. O primeiro confronto dessa etapa começa entre a INTZ e a Keyd Stars, que protagonizaram a grande final da primeira etapa.

O campeonato não vai contar com quartas de final e somente os 4 primeiros colocados da fase de pontos passam para a fase eliminatória. Segundo a Riot, a  intenção  é tornar mais acirrada a disputa da fase de pontos corridos. Os vencedores das semi-finais vão para a final, no Ibirapuera, e os que perderem continuarão passando pelos critérios de desempate para definir 3ª e 4ª colocações.

Além disso, a rota do meio foi bastante alterada e, conforme a análise do MyCNB mostra em detalhes (aqui e aqui), os magos imóveis ganharam mais poder de troca. Isso significa que a rota do meio vai ganhar mais atenção na competição. Campeões como Vladmir, Malzahar e Cassiopeia se toraram muito fortes e vão ser certamente campeões disputados na fase de picks e bans das partidas.

Mas não é só isso: todos os times passaram por profundas mudanças e você vê a escalação deles logo abaixo.

Fonte: UOL

Comments

comments

Continue Reading
%d blogueiros gostam disto: