Connect with us

O time das estrelas que sofreu com pressão e com os comentários negativos da comunidade e o time que foi chamado de time dos rejeitados chagam na final do CBLOL com força total!

Esse final de semana tivemos as semifinais do CBLoL, muitos estavam apostando em jogos disputados e que as vagas seriam definidas nos pequenos detalhes, mas será que foi isso que aconteceu?

Keyd vs INTZ

Keyd

Os intrépidos vieram para essa semifinal classificados no topo contra tabela e com um certo favoritismo contra a Keyd, que lutou para conquistar a quarta colocação e se garantir nas semis.

Todos esperávamos jogos disputados e que os detalhes fosse fazer a diferença nessa série, principalmente após a vitória da Keyd contra a Red Canids, onde a Keyd provou que finalmente havia se encontrado no CBLoL.

Mas para a tristeza da torcida intrépida e para a alegria da Keyd a INTZ não chegou com o mesmo brilho para esse playoff, não vimos a INTZ que rotacionava rapidamente o jogo e distribuía a vantagem no menor deslize do adversário, méritos totais da Keyd que soube pressionar a INTZ contra a parede e não permitiram que eles fizessem o jogo que estavam planejando.

A série INTZ vs Keyd acabou com o placar de 3×1 para a Keyd, sendo que a INTZ ganhou apenas o terceiro jogo apostando na estratégia do Ayel no Split enquanto o restante do time forçava outra rota, por mais que com a derrota o time vá receber muitas críticas não podemos deixar de voltar nossos olhos para o bot da INTZ, o MicaO e o Jockester que com excessão do terceiro jogo tiveram um desempenho espetacular, com o famoso Thresh que já levou a INTZ para outras finais, mas que dessa vez não funcionou.

A Keyd mostrou que não se brinca contra time experiente, e que sim eles são um time de estrelas, todos os jogadores fizeram o seu papel perfeitamente em todos os jogos, e as três vitorias foram limpas, um verdadeiro passeio para o time da Keyd que está mais preparada do que nunca para essa nova fase do time.

Mas o que a torcida mais queria aconteceu, O CAPITÃO MURILO VOLTOU, o mid laner Takeshi teve o melhor desempenho neste CBLoL nessa semi final, onde simplesmente “jogou fino” como a comunidade diz, e no quarto jogo ainda tivemos uma aula de como se jogar de Lee Sin com o jungler Revolta, que fez a escolha desse campeão valer a pena, coisa que a INTZ não conseguiu fazer nos outros jogos.

paiN vs Red Canids

33511851572_816be1f611_h

O que pode resumir essa serie melhor do que a palavra “yotitular”, sim para a alegria de todos os fãs apaixonados do Yoda ele entrou como titular nessa série contra a paiN, e contrariando todas as críticas que estava sofrendo jogou muito nesse playoff.

Assim como nos jogos da INTZ e Keyd que achávamos que seriam disputados essa seria também não foi, os jogos acabaram com 3×1 para a Red Canids e foram muito polarizados, ou seja, o time que começava ganhando acabou o jogo rapidamente, isso mesmo no jogo que a paiN conseguiu conquistar.

Mas a Red Canids foi dominante, mostrou que seus reservas também são de alto nível, assim como a paiN já provou isso com Rakin e Tay, e ainda mais, muitos diziam que a Red só estava sabendo jogar entorno no Tockers, e com a entrada do Yoda o time provou que não são uma equipe de uma estratégia só.

Brtt e Yoda foram os focos da paiN durante os jogos, mas sem sucesso para o time da tradição. Os players souberam jogar com a pressão em suas lanes e arrancaram vantagem disso e distribuir essa vantagem para todo o time.

Um passeio para a Matilha, que fez a paiN ir descansar antes que desejava do CBLoL.

Agora está definido, Red Canids e Keyd Stars vão se enfrentar em Recife na final do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2017 – 1° Split. Para quem vai sua torcida? Quem vai levar a melhor? Só saberemos disso na grande final dia 8 de abril.

Comments

comments

eSports

SirT é oficialmente o jungler do time do Flamengo

Published

on

SirT é oficialmente o jungler do time do Flamengo

Após muita espera finalmente o Flamengo fez o primeiro anuncio de um dos jogadores de sua lineup de League of Legends.

Como já era especulado na mídia, Túlio “SirT” Carlos, foi confirmado pelo time nessa segunda feira (04 de dezembro), e será o jungler titular time.

Túlio fez sua carreira no brasil na paiN Gaming ao lado do que achávamos ser seu eterno duo, Gabriel “Kami” Bohn. Após o primeiro split de 2017, o jogador deixou sua antiga organização ao receber a noticia que Tay seria o novo titular da equipe, mas o jungler não ficou parado e atuou pela Challenger Series Norte-Americana pela Big Gods.

O Flamengo apenas anunciou seu coach Mit, e o restante da lineup continua apenas nas especulações da galera.

A equipe jogará o Circuito Desafiante, mas promete um lineup digna de 1° lugar do CBLoL

Comments

comments

Continue Reading

League of Legends

INTZ vence Team One e fica com título do ‘Challenge of the Gods’

Published

on

INTZ vence Team One e fica com título do ‘Challenge of the Gods’

Em disputa emocionante, Intrépidos batem rivais por 3 a 2; Vitória marca primeira conquista da nova line-up

A primeira conquista de uma nova era. Assim pode ser definido o triunfo do INTZ no showmatch de League of Legends do “Challenge of the Gods”, realizado neste domingo (26), no Ginásio Tancredão, em Vitória. Os Intrépidos bateram a Team One por 3 a 2, em duelo emocionante, que animou os quatro mil torcedores que prestigiaram o evento.

O triunfo marca a primeira conquista do INTZ com sua nova line-up. Pela terceira vez a nova bot lane atuou junta – formada agora por Pedro “Ziriguidun” Ferreira e Luis “Felipe” Absolut. Cada vez mais adaptados ao clube, eles contaram com o apoio imprescindível de Diogo “Shini” Rogê. O caçador ficou com o prêmio de melhor jogador da partida.

“Queríamos muito vencer a Team One, até porque são os atuais campeões brasileiros. Além disso, jogar com tanto público é muito bom. É um novo momento do time, e estamos no caminho certo. Queremos embalar e chegar forte nesta reta final de ano”, comenta Shini.

Considerado o maior evento gamer do estado, o “Challenge of the Gods” reuniu grandes nomes do cenário. A equipe do INTZ, inclusive, participou de ações com intuito de aproximar os fãs da organização, como um “meet and greet” com o público.

Além do título do showmatch, os Intrépidos ficaram com a premiação de 20 mil reais.

No showmatch de CS:GO, que contou com quatro times, o INTZ terminou na segunda colocação, após vencer a ProGaming nas semifinais e perder a final para a Team One.

Agora, o foco da equipe de League of Legends dos Intrépidos novamente se volta para a Superliga. O INTZ tem três triunfos e duas derrotas em cinco jogos, e está no segundo lugar da chave B.

Comments

comments

Continue Reading

League of Legends

CBLoL ganha novo formato em 2018

Published

on

CBLoL ganha novo formato em 2018

Com Fase de Pontos em Melhor de 3 (Md3), mudanças trazem mais competitividade ao torneio

A Riot Games anunciou o novo formato do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), que será aplicado já na próxima etapa da disputa, em 2018. Sofreram alterações a Fase de Pontos, a Fase Eliminatória e a Série de Promoção. Além disso, algumas regras também foram readequadas para a nova temporada.

O objetivo dessa mudança é trazer mais competitividade e qualidade de nível de jogo para a liga. Se 2017 foi um ano de afirmação do CBLoL no cenário esportivo brasileiro, coroado por grandes histórias e uma audiência engajada em diferentes canais, 2018 será o ano de dar um próximo passo em direção à consolidação da maturidade da liga, trazendo uma competição cada vez mais profissional e cheia de rivalidade, e buscando o espaço do CBLoL entre as maiores ligas do mundo.

Para proporcionar a melhor experiência aos jogadores, a Riot Games pretende, com as alterações, oferecer partidas ainda mais emocionantes e estimular a evolução técnica do gameplaybrasileiro, sem perder a atratividade do conteúdo do campeonato ao público, que acompanha as partidas todos os finais de semana nos canais oficiais ou na televisão.

O novo formato foi definido com base em feedbacks da comunidade, times e jogadores profissionais. A empresa também fez análises internas do cenário internacional e de outras ligas regionais ao longo do ano de 2017.

Veja abaixo todas as alterações:

  • Melhor de 3 – A principal e grande mudança do campeonato é a implantação do formato Melhor de 3 (Md3) na Fase de Pontos, que oferece às equipes mais oportunidades de atuar de maneira estratégica. Além disso, não existirá mais empate, o que garante maior nível competitivo. O time vencedor de uma série ganhará três pontos na tabela.

Testar uma composição na primeira partida, utilizar substitutos ou mudar de tática no meio da série: vale tudo quando no final apenas uma equipe vencerá a disputa.

  • Escalada (Gauntlet, como é conhecida em ligas internacionais) – A Fase Eliminatória do CBLoL também terá um novo formato: a Escalada. Nesse modelo, a equipe classificada em primeiro lugar na Fase de Pontos vai direto para a Final. Já times do segundo ao quinto lugar vão disputar a outra vaga, se enfrentando em séries Melhor de 5 (Md5). O primeiro ponto da Escalada é a disputa entre o quarto e o quinto colocados. O vencedor encara o terceiro, e quem sair por cima disputa a vaga para a Final com o segundo colocado. Ou seja: esteja a equipe em segundo ou quinto lugar, ela terá chances de chegar à decisão.

A Riot Games optou por essa mudança para premiar as melhores campanhas da Fase de Pontos e, ao mesmo tempo, garantir mais competitividade entre as equipes a caminho da grande Final.

  • Série de Promoção – O time com a pior campanha (oitavo lugar) na Fase de Pontos ainda será rebaixado automaticamente para o Circuito Desafiante. Da mesma maneira, o vencedor da “série B” sobe para o CBLoL.

O que muda é que a série que começa a Escalada (quarto contra quinto) também inicia a Série de Promoção. O perdedor desse confronto enfrenta o sexto lugar do CBLoL. Quem falhar, pega o sétimo. O derrotado dessa última série encara o vice-campeão do Desafiante pela última vaga na Etapa seguinte do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

“Além da versatilidade estratégica, a Md3 é ponto de equilíbrio entre o aumento de partidas e a boa experiência dos fãs de LoL e de Esports”, afirma Carlos Antunes, diretor de Esports e Publishing da Riot Games no Brasil. “Ainda temos grandes desafios, mas acreditamos que essas alterações serão importantes para que a região brasileira se torne mais competitiva no futuro, sem comprometer o alto engajamento da torcida e a grande audiência, que já é uma marca registrada das disputas semanais do CBLoL”, completa Antunes.

Entenda melhor com o infográfico:

infografico-2018

Com a nova configuração do campeonato, o nível técnico da liga tende a crescer e, consequentemente, devem aparecer novos talentos e possibilidades estratégicas para que os times possam arriscar em táticas no CBLoL. Para acompanhar essa evolução, a Riot Games decidiu adequar as regras de alterações dos elencos das equipes. Sendo assim, já na próxima Etapa da competição, os times poderão inscrever até dois atletas fora da Janela de Transferências sem penalização, desde que sigam as demais regras (Antialiciamento, Limite de Jogadores, entre outras). Mais informações serão divulgadas em breve.

Veja mais detalhes sobre o novo formato do CBLoL em LoLEsports BR, site oficial do campeonato.

Comments

comments

Continue Reading

Trending