Connect with us
coreano Lee “Hiro” Woo-seok é o novo head coach da KaBuM! coreano Lee “Hiro” Woo-seok é o novo head coach da KaBuM!

League of Legends

Coreano Lee “Hiro” Woo-seok é o novo head coach da KaBuM!

Bruna Andrade

Published

on

Com vasta experiência nas principais potências mundiais de LOL, técnico chega ao Brasil para comandar a equipe durante 2º split do CBLoL

Após sagrar-se campeã na primeira etapa do CBLoL 2018 e disputar a fase de entrada do torneio internacional MSI, a KaBuM! e-Sports segue direcionando esforços para reorganizar a equipe com foco no 2º split do Campeonato Brasileiro de League of Legends. Depois do anúncio do suporte Willyan “Wos” Bonpam como reforço ao time, a organização oficializa a contratação do head coach coreano Lee “Hiro” Woo-seok.

Com uma vasta experiência, que inclui atuação na Coreia e na China, Hiro também se destacou como jogador profissional. Em 2011, passou a integrar a seleção coreana de League of Legends e, no ano seguinte, o AD Carry foi autor do famoso pentakill, o primeiro realizado durante o torneio da LCK, como representante da NaJin. Já na função de técnico, o sul coreano levou sua equipe, a então Team WE, ao top 3 do campeonato chinês, em 2015 – ano em que também foi eleito um dos três melhores coaches da LPL, a Liga Chinesa.

“Durante o processo de seleção, além de conversar com alguns especialistas do cenário, havia uma unanimidade de que Hiro, com todo o histórico que apresenta, é certamente um dos técnicos mais experientes da história do CBLOL”, revela Guilherme Fonte, Staff da KaBuM! e-Sports.

O novo técnico chega ao Brasil já nos próximos dias para comandar taticamente a equipe brasileira durante o Segundo Split. Nas últimas semanas, a organização também anunciou a ampliação do staff com a contratação do manager Gabriel “Arddhu” Gastaldo e o daddy Célio “Thurizao” Jr. O assistente de coach Gabriel “Halier” Garcia permanece na equipe, que conta agora com oito jogadores em sua line-up.

“Acredito que a chegada do Hiro irá trazer um grande conhecimento, não só para a equipe, mas para toda a região. Nas conversas que tivemos, ele se mostrou muito interessado em viver no ocidente para conhecer uma nova cultura e ter a chance de mostrar seu trabalho em eventos internacionais. Ele é uma pessoa extremamente inteligente e perspicaz, uma vez que detectou grandes falhas nossas vendo poucos treinos e outros detalhes que coaches convencionais precisariam de dias para reconhecer”, esclarece Halier.

Line-up KaBuM! e-Sports:

Luccas “Zantins” Zanqueta – Toplaner

Marcelo “Riyev” Carrara – Suporte

Willyan “Wos” Bonpan – Suporte

Alexandre “TitaN” Lima – AD Carry

Guilherme “Atlanta” Matos – Midlaner

Matheus “Dynquedo” Rossini – Midlaner

Filipe “Ranger” Brombilla – Jungler

Henrique “KZ” Monteiro – Toplaner

 

Lee “Hiro” Woo-seok – Head Coach

Gabriel “Halier” Garcia – Assistente de Coach

 

Comments

comments

Bruna Andrade - Conhecida por ai como Nana ou Pandora Nana, cosplayer, geek, publicitaria, streamer e redatora da Gaming News. Louca por jogos e e-sports. Me segue lá nas redes sociais: Instagram: @pandora.nana Twitter: @pandoranana_

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CBLOL

Entrevista: Shini Fala Sobre a Derrota da INTZ para a CNB – Cblol 2018

Rapha

Published

on

Após derrota no último domingo (01/-7) para CNB, a equipe da INTZ se complica na tabela e empata na tabela com a Red Canids, que conseguiu sua primeira vitória no segundo split do Cblol contra a IDM.

O Gamingnews conseguiu uma entrevista com o caçador da equipe da INTZ, Shini. Confira abaixo entrevista completa.

GN: Shini com o Master Yi e Taric tão forte, porque não banir o campeão?

Shini: Eu acho que o Draft não foi o problema em si, do jeito que jogamos hoje poderíamos estar com qualquer campeão e eles também, que nós perderíamos do mesmo jeito. No jogo contra o Master Yi o jogo acabou com 6 minutos quando teve aquele luta no red, lutamos mal, estávamos separados, a Kai’as que era nosso hyper carry já estava sem flash, nesse momento perdemos o jogo o Master Yi já estava de Guinsoo com 11 minutos de jogo.

Então acho que não tem haver com o draft, jogamos mal, foi incompetência da nossa parte.

Gn: Como estão os treinos da INTZ?  O que você sente que está faltando?

Shini: O treino nunca foi um problema para nossa equipe, acho que também não é problema, eu não sei o que está acontecendo também. Acho que temos que trabalhar mais mesmo porque claramente não está sendo suficiente, então sei lá, é meio triste assim.

Treinamos uma semana inteira e achamos que está tudo bem, chega no fim de semana que é hora do “vamos ver” e jogamos mal assim. Isso não pode acontecer!

Gn: Essas derrotas no segundo split do Cblol 2018 estão abalando a INTZ?

Shini: A gente tenta ao máximo  na hora de entrar esquecer tudo que está acontecendo, focar só no nosso jogo, nos nossos champions, nos champions deles. Eu não acho que aja medo de arriscar, acho que talvez falte coerência do nosso time em fazer as coisas juntos, talvez falte uma voz para decidir “sim, faremos isso, não faremos isso”. Porque claramente na luta do red teve um conflito de idéias, alguns membros da equipe queriam lutar e outros não e se você for para uma play com dois querendo e dois não querendo lutar, não vai dar certo.

Então não acho que tenha haver com medo de arriscar, tem mais haver com a gente, o conjunto.

 

Pausa no Cblol 2018

O Cblol terá uma pausa de duas semanas, devido  Copa do Mundo e do Rift Rivals 2018, evento que ocorre no mundo inteiro e aqui no Brasil as equipes da Latin America North (lln), Latin America Sul (Las) e Cblol brigam para ver qual é a melhor liga da região.

Quer ficar por dentro do Cblol com entrevistas exclusivas?  Então siga a nossa fã page e acompanhe as novidades.

Comments

comments

Continue Reading

League of Legends

EZREAL também terá rework em League of Legends

Bruna Andrade

Published

on

EZREAL também terá rework em League of Legends

Com o recente rework do Aatrox, que ainda causa grandes discussões na comunidade, já que o campeão começou a aparecer no competitivo antes de sofrer com as alterações, e muitos temem que com o rework o campeão volte a ser esquecido.

Já temos o rework da ninja Akali e do Nunu com seu yeti, porém um novo campeão acaba de entrar nessa lista, e pode ser uma aposta perigosa da riot já que ele é um dos personagens mais queridos do jogo

Rework do Ezreal

Através de uma stream oficial da Riot chinesa, foi confirmado que o popular atirador, Ezreal, também passará por um rework. De acordo com a transmissão o campeão deverá passar por uma atualização simples, voltada para o seu visual dentro do jogo e algumas de suas habilidades.

Uma possível data de lançamento ainda não foi revelada, mas especula-se que ele deva chegar apenas após o lançamento dos dois reworks já confirmados na agenda oficial.

Comments

comments

Continue Reading

League of Legends

Segunda etapa do Circuito Desafiante 2018 tem revanche de paiN Gaming e Team One

Bruna Andrade

Published

on

Segunda etapa do Circuito Desafiante 2018 tem revanche de paiN Gaming e Team One

A Riot Games, produtora e desenvolvedora do League of Legends (LoL), anuncia que a Segunda Etapa do Circuito Desafiante 2018, a segunda divisão do League of Legends competitivo do Brasil, terá início no dia 16 de julho, com a estreia dos times paiN Gaming e Team One. O torneio será transmitido às segundas-feiras, às 21h, e às terças-feiras, às 19h, no canal oficial da Promo Arena no Twitch.

No primeiro embate do campeonato, teremos a reedição da Grande Final da Segunda Etapa do CBLoL 2017, quando a paiN Gaming perdeu a decisão do split para a Team One e ainda teve que ver a rival se consagrar Campeã Brasileira de League of Legends e representar o Brasil no Mundial, na China.

Além da revanche, a paiN, dona de uma das maiores torcidas do LoL no país, ainda tem o desafio de recuperar seu posto no CBLoL, a elite profissional de League of Legends. Esta é a primeira vez que a equipe é rebaixada e participa da série B do cenário competitivo de LoL no Brasil.

Participam também da competição as equipes Operation Kino, WP Gaming, Redemption e Submarino Stars. Confira a escalação de cada equipe, o calendário completo e os confrontos já definidos da Primeira Etapa do Circuito Desafiante 2018 em LoL Esports BR.

Formato

O Circuito Desafiante, realizado em parceria com a Promo Arena, sofreu pequenas alterações em seu formato para aumentar o peso da regularidade das equipes e tornar a liga mais democrática.

A Fase de Pontos segue normalmente em Melhor De 2 (MD2). O que muda é que antes, três das seis equipes podiam conquistar vaga no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) e, a partir deste ano, apenas duas vagas estarão em disputa: o vencedor da competição é diretamente classificado e o vice-campeão disputa a vaga com o 7º colocado do CBLoL.

Comments

comments

Continue Reading
%d blogueiros gostam disto: